Primeira Leitura (At 13,13-25)


Leitura dos Atos dos Apóstolos.

13Paulo e seus companheiros embarcaram em Pafos e chegaram a Perge da Panfília. João deixou-os e voltou para Jerusalém. 14Eles, porém, partindo de Perge, chegaram a Antioquia da Pisídia. E, entrando na sinagoga em dia de sábado, sentaram-se.

15Depois da leitura da Lei e dos Profetas, os chefes da sinagoga mandaram dizer-lhes: “Irmãos, se vós tendes alguma palavra para encorajar o povo, podeis falar”.

16Paulo levantou-se, fez um sinal com a mão e disse: “Israelitas e vós que temeis a Deus, escutai! 17O Deus deste povo de Israel escolheu os nossos antepassados e fez deles um grande povo quando moravam como estrangeiros no Egito; e de lá os tirou com braço poderoso. 18E, durante mais ou menos quarenta anos, cercou-o de cuidados no deserto. 19Destruiu sete nações na terra de Canaã e passou para eles a posse do seu território, 20por quatrocentos e cinquenta anos aproximadamente.

Depois disso, concedeu-lhes juízes, até o profeta Samuel. 21Em seguida, eles pediram um rei e Deus concedeu-lhes Saul, filho de Cis, da tribo de Benjamim, que reinou durante quarenta anos. 22Em seguida, Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’.

23Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus. 24Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 25Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele do qual nem mereço desamarrar as sandálias’”.


— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Responsório (Sl 88)


— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.

— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.

— Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, de geração em geração eu cantarei vossa verdade! Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!” E a vossa lealdade é tão firme quanto os céus.

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado. Estará sempre com ele minha mão onipotente, e meu braço poderoso há de ser a sua força.

— Não será surpreendido pela força do inimigo, nem o filho da maldade poderá prejudicá-lo. Diante dele esmagarei seus inimigos e agressores, ferirei e abaterei todos aqueles que o odeiam.

— Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, sua força e seu poder por meu nome crescerão. Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação!’


Evangelho (Jo 13,16-20)


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Depois de lavar os pés dos discípulos, Jesus lhes disse: 16“Em verdade, em verdade vos digo: o servo não está acima do seu senhor e o mensageiro não é maior que aquele que o enviou. 17Se sabeis isto, e o puserdes em prática, sereis felizes.

18Eu não falo de vós todos. Eu conheço aqueles que escolhi, mas é preciso que se realize o que está na Escritura: ‘Aquele que come o meu pão levantou contra mim o calcanhar’. 19Desde agora vos digo isto, antes de acontecer, a fim de que, quando acontecer, creiais que eu sou.

20Em verdade, em verdade vos digo, quem recebe aquele que eu enviar, me recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou”.


— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Homilia: A vocação de servir deve estar dentro do nosso coração

“Em verdade, em verdade vos digo: o servo não está acima do seu senhor e o mensageiro não é maior que aquele que o enviou. Se sabeis isto, e o puserdes em prática, sereis felizes” (João 13,16-17).

Jesus quer que sejamos felizes, e Ele mesmo nos ensina o que devemos fazer para trilhar o caminho da felicidade. A primeira coisa e a maior de todas elas é que a felicidade consiste em servir, porque o Evangelho começa, justamente, depois que Jesus lava os pés dos Seus discípulos.

Se queremos aprender a ser felizes, precisamos aprender a servir. Devemos aprender a nos colocar aos pés dos irmãos para lavá-los, amá-los e ajudarmos uns aos outros.

A vocação de servir deve estar dentro do coração de cada um de nós como missão primeira e fundamental nessa vida. Estamos aqui para servir uns aos outros. É verdade que, por causa do egoísmo, do orgulho e da soberba, fechamo-nos em nós e queremos que o mundo esteja girando em torno de nós, preferimos que os outros nos sirvam, e quando nos servem parece que é obrigação, nem sabemos mais dizer: “Obrigada! Deus abençoe!”, nos falta até gentileza em agradecer o outro quando ele nos serve qualquer coisa.

O principal é a nossa falta de disposição em estar a serviço dos outros. Estar a serviço dos outros, no sentido evangélico, não é esperar receber nada em troca, nem recompensa, gratidão nem reconhecimento da parte de quem quer que seja. Servimos porque o serviço é próprio do amor e o amor é servir e se colocar a serviço do outro, é fazer o bem ao outro.


Se quisermos aprender a sermos felizes, precisamos aprender a servir. Devemos aprender a nos colocar aos pés dos irmãos

Comecemos servindo em casa, servindo uns aos outros, comecemos com gestos de gentileza, de bondade e ternura. Não deixemos que a acomodação tome conta de nós e simplesmente paremos de ajudar uns aos outros.

Ajude na comunidade, ajude na igreja, ajude no seu serviço. Porque ajudar não é simplesmente a questão de estender uma mão, ajudar é uma questão de se colocar à disposição do outro: “Estou aqui para o que der e vier. Estou aqui para servir as suas necessidades. Estou aqui para te ajudar a ser melhor”.

É nossa vocação de seguidores de Jesus ajudarmos o mundo a ser melhor. E o modo de ajudarmos o mundo a ser melhor é ajudar uns aos outros. Ninguém pode aspirar ser maior do que ninguém, o patrão não é mais importante do que o empregado, mas o empregado também não pode se achar mais importante do que o seu patrão.

Não somos mais importantes do que ninguém, somos servidores uns dos outros como o nosso Mestre Jesus nos ensinou a servir.

Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
fb.com/padrerogeramigo

Santo do Dia:

São Simão Stock, homem de obediência ao Senhor

O santo de hoje nasceu no condado de Kant (Inglaterra). Com apenas 12 anos, movido pelo Espírito Santo de Deus, abandonou sua família por uma vida eremítica, uma vida no deserto. Ele fez do tronco de uma árvore a sua morada, por isso o ‘Stock’ em seu nome (stock = tronco). Ali, se consagrou na penitência e na busca da salvação das almas. Descia até o povoado para visitar os doentes e evangelizar, e voltava para o seu retiro.

Simão, homem de obediência ao Senhor. Deus o quis na família carmelita, recém chegados à Inglaterra. Após discernir, tornou-se um religioso nesta Ordem. Profundamente mariano, era um homem do serviço e dedicado aos irmãos. Nossa Senhora apareceu a ele, com o escapulário, apresentando-o como uma proteção especial àqueles que o usarem com devoção. Quanto mais marianos, mais cristãos!

São Simão Stock, rogai por nós!