Primeira Leitura (Tg 4,13-17)


Leitura da Carta de São Tiago.


Caríssimos, 13e agora, vós que dizeis: “Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, passaremos ali um ano, negociando e ganhando dinheiro”. 14No entanto, não sabeis nem mesmo o que será da vossa vida amanhã! Com efeito, não passais de uma neblina que se vê por um instante e logo desaparece.


15Em vez de dizer: “Se o Senhor quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo”, 16vós vos gloriais de vossas fanfarronadas. Ora, toda a arrogância deste tipo é um mal. 17Assim, aquele que sabe fazer o bem e não o faz incorre em pecado.


Responsório (Sl 48)


— Felizes os humildes de espírito porque deles é o Reino dos Céus!


— Felizes os humildes de espírito porque deles é o Reino dos Céus!


— Ouvi isto, povos todos do universo, muita atenção, ó habitantes deste mundo; poderosos e humildes, escutai-me, ricos e pobres, todos juntos, sede atentos!


— Por que temer os dias maus e infelizes, quando a malícia dos perversos me circunda? Por que temer os que confiam nas riquezas e se gloriam na abundância de seus bens?


— Ninguém se livra de sua morte por dinheiro nem a Deus pode pagar o seu resgate. A isenção da própria morte não tem preço; não há riqueza que a possa adquirir, nem dar ao homem uma vida sem limites e garantir-lhe uma existência imortal.


— Morrem os sábios e os ricos igualmente; morrem os loucos e também os insensatos, e deixam tudo o que possuem aos estranhos.


Evangelho (Mc 9,38-40)


— O Senhor esteja convosco.


— Ele está no meio de nós.


— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.


— Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 38João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”. 39Jesus disse: “Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim. 40Quem não é contra nós é a nosso favor”.


Homilia: Precisamos nos manter na humildade

Se vivermos intensamente a cada dia, movidos pelo sentimento de humildade, a vida não nos surpreenderá

A Palavra de Deus, no dia de hoje, adverte-nos a respeito da arrogância humana. Quem está de pé tem que tomar cuidado para não cair. Não nos deixemos iludir pela vaidade, pela ganância da vida, pelo pensamento de que tudo podemos, que tudo vamos conseguir, que vamos fazer o que quisermos da vida. Ninguém pode determinar se estaremos vivos hoje, amanhã ou depois; a única coisa que podemos responder é pelo agora. Enchemo-nos de planos e pretensões humanas; e quando menos esperamos, nossa vida se vai. Se nos deixarmos levar pela vaidade, perderemos a nossa vida.

Se vivermos intensamente a cada dia, movidos pelo sentimento de humildade, a vida não nos surpreenderá de forma negativa. Ela até pode nos surpreender, mas com bênçãos e graças; mesmo a morte chegando de forma repentina, porque nenhum de nós está preparado para receber uma surpresa desagradável. Apliquemo-nos em viver bem.

Viver bem a vida tem um remédio muito importante a ser aplicado: não vivermos “arrotando” arrogância e superioridade, sentindo-nos melhores que os outros, sentindo que somos senhores da vida e fazemos dela o que quisermos. Nossa vida está na mão de Deus e queremos que Ele a abençoe a cada dia, que seja conduzida e iluminada por Ele.

Às vezes, corremos o risco de cair numa armadilha ou ilusão. Muitos pensam: “Eu sou uma pessoa correta. Não faço nada de errado, então, a vida não vai me surpreender. Olha aquele que só apronta, faz o que faz na vida e nada acontece com ele. Por que vai acontecer comigo?”.

Deus não quer que aconteça o mal com ninguém, porque Ele é inacessível ao mal, e o mal jamais virá d’Ele. O correto é fazermos o bem, porque é assim que devemos fazer e viver, cuidando bem da nossa vida, não permitindo que a arrogância direcione os nossos passos, para não sermos surpreendidos pelas coisas desagradáveis.

Quando nos mantemos na humildade, quando não nos colocamos em atitude superior a nada nem a ninguém, podemos ter a certeza de que, venha o que vier, Deus guarda, protege e ilumina nossos passos. Aquele que sabe fazer o bem, mas não o faz, peca.

Todos os dias da nossa vida, o bem tem de estar dentro de nós; ele precisa estar em nossas atitudes, pois assim viveremos bem a nossa vida, não desejando o mal para ninguém nem o praticando, mas fazendo o bem em todas as nossas atitudes.

Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
fb.com/rogeraraujo.cn

Santo do Dia:

São Juliano esposo fiel, amou a família e os necessitados

Era casado e possuía uma hospedaria. Nela, ele partilhava a vida eterna que trazia em seu coração. Esposo fiel que amou a família e os necessitados.

No ano de 305, o imperador Diocleciano começou uma perseguição aos cristãos. Juliano, então, passou a acolher em sua hospedaria os cristãos perseguidos.

Alguns homens denunciaram Juliano. Ele foi arrancado de casa e levado ao tribunal. Por não renunciar à fé em Cristo, foi condenado e decapitado. Hoje, ele vive com Cristo na Glória. Continuamos em tempos de perseguição, velada em alguns lugares e, em outros, bem visível.

Que o santo de hoje possa interceder para que, o Espírito Santo, nos ajude a sermos ousados em nosso testemunho, sem medo da morte e das perseguições, certos de que a nossa recompensa se encontra no céu.

São Juliano, rogai por nós!