Apresentação e Orientações

Mensagem de Nossa Senhora à Irmã Lúcia, vidente de Fátima

Em 10 de dezembro de 1925, logo depois do jantar, a jovem postulante Lúcia, então com dezoito anos, voltou à sua cela e aí recebeu a visita de Nossa Senhora e do Menino Jesus. A Santíssima Virgem pousou a mão no ombro de Lúcia e mostrou-lhe um Coração cercado de espinhos que tinha na outra mão. Neste momento, assim falou o Menino Jesus:
"Tem pena do Coração de tua Mãe Santíssima, que está coberto de espinhos que os homens ingratos a todo o momento lhe cravam, sem haver quem faça um ato de reparação para os tirar."

Em seguida, a Santíssima Virgem revelou a Lúcia a grande promessa da Devoção dos Cinco Primeiros Sábados:

"Olha, Minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todo o momento Me cravam, com blasfêmias e ingratidões. Tu, ao menos, vê de Me consolar e diz que a todos aqueles que durante cinco meses seguidos, no primeiro sábado, se confessarem, recebendo a Sagrada Comunhão, rezarem um Terço e Me fizerem 15 minutos de companhia, meditando nos 15 Mistérios do Rosário com o fim de Me desagravar, Eu prometo assistir-lhes à hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação."

Com base em aparições posteriores, esclareceu-se que a confissão poderia não se realizar no sábado propriamente dito, mas antes, desde que feita com a intenção explícita (interiormente) de se fazê-la para fins de reparação às blasfêmias cometidas contra o Imaculado Coração de Maria no primeiro sábado seguinte.

Cinco Sábados para reparação contra:

1. As blasfêmias contra a Imaculada conceição da Virgem Maria;
2. As blasfêmias contra sua virgindade;
3. As blasfêmias contra sua maternidade divina, recusando ao mesmo tempo reconhecê-la como mãe dos homens;
4. As blasfêmias daqueles que procuram publicamente pôr no coração das crianças a indiferença ou o desprezo, ou mesmo o ódio em relação a esta Mãe Imaculada;
5. As ofensas dos que a ultrajam diretamente nas suas santas imagens.

 Primeiro Sábado

Ato de desagravo ao Imaculado Coração de Maria

Ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas excelsas prerrogativas; eis prostrado aos vossos pés vosso indigno filho, que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido vos oferecer este ato de
reparação contra as injúrias, blasfêmias, indiferenças e injustiças cometidas contra vós pela impiedade dos homens que não vos conhecem.

Neste primeiro sábado, ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, desejo reparar particularmente as blasfêmias contra a vossa Imaculada Conceição.
Virgem Imaculada, modelo incomparável de pureza e de formosura, por um privilégio especial, Vós fostes preservada do pecado original. Esta pureza sem mancha fez do vosso Coração o santuário do Espírito Santo. E contra este tesouro de graças, homens ímpios ousam vos blasfemar. Feliz, porém, aquele que vos ama, ó Maria, Mãe dulcíssima, e possa proclamar as bem-aventuranças do vosso Santo Nome nos confins de toda a Terra. Que este meu pequeno ato de puro amor e devoção seja depositado no repositório de graças da Santa Igreja em desagravo e reparação às blasfêmias e ofensas cometidas contra a vossa Imaculada Conceição.

E que meu ato de amor seja também um ato de esperança e de súplica à vossa misericordiosa mediação: concedei-me, ó Imaculado e Doloroso Coração de Maria, o firme propósito de vos ser fiel todos os dias de minha vida, de defender a vossa honra de todos os ultrajes, de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias a todos os homens, de amar vosso Filho de todo o meu coração e a graça suprema de estar convosco e com Jesus no Céu por toda a eternidade. Amém.

Rezar três Ave-Marias em desagravo ao Imaculado Coração de Maria pelas blasfêmias cometidas contra a Imaculada Conceição da Virgem.

 Segundo Sábado

Ato de desagravo ao Imaculado Coração de Maria

Ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas excelsas prerrogativas; eis prostrado aos vossos pés vosso indigno filho, que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido vos oferecer este ato de reparação contra as injúrias, blasfêmias, indiferenças e injustiças cometidas contra vós pela impiedade dos homens que não vos conhecem.

Neste segundo sábado, ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, desejo reparar particularmente as blasfêmias contra a vossa Virgindade Perpétua. Virgem Imaculada, por singular privilégio de Deus, vossa pureza original foi preservada antes do parto, durante o parto e depois do parto. Esta pureza sem
mancha fez do vosso Coração o santuário do Espírito Santo. E contra este tesouro de graças, homens ímpios ousam vos blasfemar.…. Feliz, porém, aquele que vos ama, ó Maria, Mãe castíssima, e possa proclamar as bem-aventuranças do vosso santo nome nos confins de toda a Terra. Que este meu pequeno ato de puro amor e devoção seja depositado no repositório de graças da Santa Igreja em desagravo e
reparação às blasfêmias e ofensas cometidas contra a vossa Virgindade Perpétua.

E que meu ato de amor seja também um ato de esperança e de súplica à vossa misericordiosa mediação: concedei-me, ó Imaculado e Doloroso Coração de Maria, o firme propósito de vos ser fiel todos os dias de minha vida, de defender a vossa honra de todos os ultrajes, de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias a todos os homens, de amar vosso Filho de todo o meu coração e a graça suprema de estar convosco e com Jesus no Céu por toda a eternidade. Amém.

Rezar três Ave-Marias em desagravo ao Imaculado Coração de Maria pelas blasfêmias cometidas contra a Virgindade Perpétua da Mãe de Deus.

 Terceiro Sábado

Ato de desagravo ao Imaculado Coração de Maria

Ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas excelsas prerrogativas; eis prostrado aos vossos pés vosso indigno filho, que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido vos oferecer este ato de reparação contra as injúrias, blasfêmias, indiferenças e injustiças cometidas contra vós pela impiedade dos homens que não vos conhecem.

Neste terceiro sábado, ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, desejo reparar particularmente as blasfêmias contra a vossa Maternidade Divina.
Virgem Maria, mãe de Deus e mãe dos homens, que trouxestes em vosso sagrado seio virginal Jesus Cristo, o Filho de Deus vivo; por vós, exultam os Céus, alegram-se os anjos e os arcanjos e a Terra inteira. E contra este tesouro de graças, homens ímpios ousam vos blasfemar.… Feliz, porém, aquele que vos ama, ó Maria, Mãe Santíssima, e possa proclamar as bem-aventuranças do vosso santo nome nos confins de toda a Terra. Que este meu pequeno ato de puro amor e devoção seja depositado no repositório de graças da Santa Igreja em desagravo e
reparação às blasfêmias e ofensas cometidas contra a vossa Maternidade Divina.

E que meu ato de amor seja também um ato de esperança e de súplica à vossa misericordiosa mediação: concedei-me, ó Imaculado e Doloroso Coração de Maria, o firme propósito de vos ser fiel todos os dias de minha vida, de defender a vossa honra de todos os ultrajes, de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias a todos os homens, de amar vosso Filho de todo o meu coração e a graça suprema de estar convosco e com Jesus no Céu por toda a eternidade. Amém.

Rezar três Ave-Marias em desagravo ao Imaculado Coração de Maria pelas blasfêmias cometidas contra a Maternidade Divina de Nossa Senhora.

 Quarto Sábado

Ato de desagravo ao Imaculado Coração de Maria

Ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas prerrogativas; eis prostrado aos vossos pés vosso indigno filho, que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido vos oferecer este ato de reparação contra as injúrias, blasfêmias, indiferenças e injustiças cometidas contra vós pela impiedade dos homens que não vos conhecem.

Neste quarto sábado, ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, desejo reparar particularmente as blasfêmias daqueles que procuram publicamente pôr no coração das crianças a indiferença, o desprezo e até mesmo o ódio contra vós, ó Mãe Imaculada. Virgem Maria, doçura das crianças e mãe admirável de Deus menino; por vós, exultam os Céus, alegram-se os anjos e os arcanjos e a Terra inteira. E contra este tesouro de graças, homens ímpios ousam yos blasfemar… Feliz, porém, aquele
que vos ama, ó Maria, Mãe Santíssima, e possa proclamar as bem-aventurancas do vosso santo nome nos confins de toda a Terra. Que este meu pequeno ato de puro amor e devoção seja depositado no repositório de graças da Santa Igreja em desagravo e preparação às blasfêmias daqueles que buscam afastar e corromper as inocentes crianças diante de vossa Maternidade Divina.

E que meu ato de amor seja também um ato de esperança e de súplica à vossa misericordiosa mediação: concedei-me, ó Imaculado e Doloroso Coração de Maria, o firme propósito de vos ser fiel todos os dias de minha vida, de defender a vossa honra de todos os ultrajes, de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias a todos os homens, de amar vosso Filho de todo o meu coração e a graça
suprema de estar convosco e com Jesus no Céu por toda a eternidade. Amém.

Rezar três Ave-Marias em desagravo ao Imaculado Coração de Maria pelas blasfêmias cometidas por todos aqueles que buscam afastar e corromper as inocentes crianças diante da Maternidade Divina de Nossa Senhora.

 Quinto Sábado

Ato de desagravo ao Imaculado Coração de Maria

Ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas excelsas prerrogativas; eis prostrado aos vossos pés vosso indigno filho, que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido vos oferecer este ato de
reparação contra as injúrias, blasfêmias, indiferenças e injustiças cometidas contra vós pela impiedade dos homens que não vos conhecem.

Neste quinto sábado, ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, desejo reparar particularmente as blasfêmias daqueles que ultrajam o vosso santo nome em vossas imagens, ó Mãe Imaculada. Virgem Maria, por vossas imagens chegam ao meu coração as doces alegrias que exultam os Céus, os anjos e os arcanjos, e a Terra inteira. E contra este tesouro de graças, homens ímpios ousam vos blasfemar… Feliz, porém, aquele que vos ama, ó Maria, Mãe Santíssima, e possa proclamar as bem-aventuranças do vosso santo nome em vossas imagens nos confins de toda a Terra. Que este meu pequeno ato de puro amor e devoção seja depositado no repositório de graças da Santa Igreja em desagravo e reparação às blasfêmias daqueles que, por meio de vossas imagens, ousam ultrajar o vosso santo nome.

E que meu ato de amor seja também um ato de esperança e de súplica à vossa misericordiosa mediação: concedei-me, ó Imaculado e Doloroso Coração de Maria, o firme propósito de vos ser fiel todos os dias de minha vida, de defender a vossa honra de todos os ultrajes, de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias a todos os homens, de amar vosso Filho de todo o meu coração e a graça suprema de estar convosco e com Jesus no Céu por toda a eternidade. Amém.

Rezar três Ave-Marias em desagravo ao Imaculado Coração de Maria pelas blasfêmias cometidas por todos aqueles que ultrajam o santo nome de Nossa Senhora em suas imagens.