Apresentação

Em Maio de 1972, o Padre Stéfano Gobbi, de Milão (Itália) fazia uma peregrinação em Fátima quando teve uma grande inspiração: rezar pelos padres e formar com eles um grupo de oração consagrado ao Imaculado Coração de Maria.

A partir de Julho de 1973, Maria passa a transmitir-lhe mensagens por locução interior. E assim nasceu o "Movimento Sacerdotal Mariano", que se espalhou pelo mundo inteiro, com uma enorme quantidade de membros: bispos, sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos.

Nas mensagens, dirigidas especialmente aos sacerdotes, Maria convida toda a humanidade a consagração ao seu Coração Imaculado, por meio da conversão, do amor, da oração e da penitência, e anuncia a purificação da Igreja e do mundo e a Segunda vinda de Jesus.

Algumas Mensagens Nossa Senhora diz: "Vão muitas almas para o Inferno, pelo fato de não haver quem se sacrifique e peça por elas, falei a Lúcia, Francisco e Jacinta quando lhes apareci em Fátima. Hoje digo-vos: quantas almas podereis vós livrá-las do fogo do inferno e mandá-las para o céu, se todos os dias, em união comigo, rezarem e se sacrificarem por elas." (13/08/1982).

Nossa Senhor pede que façamos os Cenáculos, pois, através do Ato de Consagração, feito no final, entramos dentro do seu Coração Imaculado, para lá nos prepararmos, em oração, para recebermos o Espírito de Amor, o Espírito Santo.

AS QUATRO PROMESSAS

Nossa Senhora fez quatro promessas às famílias que fizerem o Cenáculo:
1. Abençoará o casal e cimentará o seu amor mútuo, defen­dendo-os contra as chagas do divórcio, da separação e da infidelidade;
2. Salvação das almas dos filhos, defendendo-os de todos os perigos de se perderem;
3. Cuidará de todas as suas necessidades materiais e espi­rituais, pois Nossa Senhora é nossa Mãe, pensa em tudo;
4. Durante o período do castigo promete proteger a família com o Seu manto, contra todos os males.

Seguem agora os passos para realização do Cenáculo:

 Início

Iniciar o Cenáculo sempre com a oração que Nossa Senhora nos ensinou em sua mensagem de 7-6-81, na Festa de Pentecostes:

"Vinde, Espírito Santo, vinde por meio da poderosa intercessão do Imaculado Coração de Maria, vossa amadíssima esposa." (3x)

 Santo Terço

Rezar do terço, meditando os mistérios, diante de uma imagem de Nossa Senhora.

No final rezar pelo Papa e suas intenções um Pai-nosso, uma Ave-Maria e um Glória ao Pai;
Uma Ave-Maria pelo Pe. Gobbi.
Os cânticos são livres e podem ser intercalados durante o Cenáculo. Ex.: A 13 de Maio, Maria de Nazaré etc.

 Leitura

Leitura de uma mensagem do "Livro aos Sacerdotes, filhos prediletos de Nossa Senhora" e segue-se um breve comentário.

Um pouco de catecismo (nos Cenáculos familiares, de jovens e de crianças). Usar o Catecismo da Igreja Católica.

Fraternidade: troca de experiências para que nos conheça­mos, nos ajudemos mutuamente a irmos adiante e nos amemos sempre mais.

 Consagração

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Virgem de Fátima, Mãe de misericórdia, Rainha do Céu e da Terra, Refúgio dos pecadores, nós, do Movimento Sa­cerdotal Mariano, chamados a formar a Legião dos vossos Sacerdotes. consagramo-nos hoje, de modo especialíssimo, ao vosso Coração Imaculado.
Com este ato de consagração pretendemos viver, convos­co e por meio de Vós, todos os compromissos assumidos com a nossa consagração batismal e sacerdotal.
Comprometemo-nos, também, a realizar, em nós, a con­versão interior que nos liberte de todos os apegos humanos a nós próprios, à honra, às comodidades e aos compromis­sos fáceis com o mundo, para estarmos, como Vós, inteira­mente disponíveis para fazer sempre a vontade do Senhor.
E enquanto pretendemos confiar a Vós, Mãe dulcíssima e misericordiosa, o nosso sacerdócio, a fim de dispordes dele para os vossos desígnios de salvação, nesta hora decisiva que pesa sobre o mundo, comprometemo-nos a vivê-lo segundo os vossos desejos em particular em um renovado espírito de ora­ção e penitência, na celebração fervorosa da Sagrada Eucaristia, na Liturgia das Horas, na reza diária do santo terço, na oferta a Vós da Santa Missa no primeiro sábado de cada mês e num religioso e austero modo de vida, que a todos dê bom exemplo.
Prometemo-Vos ainda a máxima fidelidade ao Evangelho. do qual seremos sempre anunciadores íntegros e corajosos, se necessário até o derramamento de sangue e prometemos fidelidade à Santa Igreja, para cujo serviço fomos consagrados.
Queremos, sobretudo, estar unidos ao Santo Padre e à Hierarquia, com a firme adesão às suas diretrizes de modo a opormos uma barreira à onda de contestação do Magistério, que ameaça a Igreja até os fundamentos.
Sob o vosso maternal amparo, queremos tornar-nos após­tolos da necessidade tão atual de oração e amor ao Papa, para quem suplicamos a vossa especial proteção.
Prometemo-Vos, por último, conduzir os fiéis confiados ao nosso cuidado, a uma renovada devoção para convosco, Conscientes de que o ateísmo fez naufragar na fé grande número de fiéis, de que a dessacralização entrou no templo santo de Deus, não poupando nem sequer bom número de nossos irmãos Sacerdotes, e de que o mal e o pecado inun­dam cada vez mais o mundo, ousamos levantar confiantes os nossos olhares para Vós, Mãe de Jesus e Mãe nossa misericor­diosa e poderosa, e ainda hoje, invocar e esperar, de Vós, a salvação para todos os vossos filhos, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria.