Apoiadores do Pocket Terço
Terço com imagens no Youtube
Reze os Mistérios Dolorosos com imagens

Antífona de entrada

O Senhor se tornou o meu apoio, libertou-me da angústia e me salvou porque me ama. (Sl 17, 19-20)
Factus est Dóminus protéctor meus, et edúxit me in latitúdinem: salvum me fecit, quóniam vóluit me. Ps. Díligam te Dómine fortitúdo mea: Dóminus firmaméntum meum, et refúgium meum, et liberátor meus. (Ps. 17, 19. 20 et 2-3)
Vernáculo:
O Senhor se tornou o meu apoio, libertou-me da angústia e me salvou porque me ama. (Cf. MR: Sl 17, 19. 20) Sl. Eu vos amo, ó Senhor! Sois minha força, minha rocha, meu refúgio e Salvador! (Cf. LH: Sl 17, 2-3a)

Oração do dia

Fazei, ó Deus, que os acontecimentos deste mundo decorram na paz que desejais, e vossa Igreja vos possa servir, alegre e tranquila. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Primeira Leitura (1Pd 1, 10-16)


Leitura da Primeira Carta de São Pedro


Caríssimos, 10esta salvação tem sido objeto das investigações e meditações dos profetas. Eles profetizaram a respeito da graça que vos estava destinada. 11Procuraram saber a que época e a que circunstâncias se referia o Espírito de Cristo, que estava neles, ao anunciar com antecedência os sofrimentos de Cristo e a glória consequente.

12Foi-lhes revelado que, não para si mesmos, mas para vós, estavam ministrando estas coisas, que agora são anunciadas a vós por aqueles que vos pregam o evangelho em virtude do Espírito Santo, enviado do céu; revelações essas, que até os anjos desejam contemplar! 13Por isso, aprontai a vossa mente; sede sóbrios e colocai toda a vossa esperança na graça que vos será oferecida na revelação de Jesus Cristo. 14Como filhos obedientes, não modeleis a vossa vida de acordo com as paixões de antigamente, do tempo da vossa ignorância. 15Antes, como é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos, também vós, em todo o vosso proceder. 16Pois está na Escritura: “Sede santos, porque eu sou santo”.

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Salmo Responsorial (Sl 97)


℟. O Senhor fez conhecer seu poder salvador perante as nações.


— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória. ℟.

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel. ℟.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai! ℟.


https://youtu.be/u198PWMTXjs
℟. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
℣. Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, pois revelaste os mistérios do teu Reino aos pequeninos, escondendo-os aos doutores! (Cf. Mt 11, 25) ℟.

Evangelho (Mc 10, 28-31)


℣. O Senhor esteja convosco.

℟. Ele está no meio de nós.


℣. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Marcos 

℟. Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 28começou Pedro a dizer a Jesus: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. 29Respondeu Jesus: “Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho, 30receberá cem vezes mais agora, durante esta vida — casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições — e, no mundo futuro, a vida eterna.

31Muitos que agora são os primeiros serão os últimos. E muitos que agora são os últimos serão os primeiros”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Antífona do Ofertório

Dómine convértere, et éripe ánimam meam: salvum me fac propter misericórdiam tuam. (Ps. 6, 5)


Vernáculo:
Oh! voltai-vos a mim e poupai-me, e salvai-me por vossa bondade! (Cf. LH: Sl 6, 5)

Sobre as Oferendas

Ó Deus, que nos dais o que oferecemos, e aceitais nossa oferta como um gesto de amor, fazei que os vossos dons, nossa única riqueza, frutifiquem para nós em prêmio eterno. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da Comunhão

Meu coração, por vosso auxílio rejubile e que eu vos cante pelo bem que me fizestes! (Sl 12, 6)

Ou:


Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos, diz o Senhor. (Mt 28, 20)
Amen dico vobis: quod vos, qui reliquístis ómnia, et secúti estis me, céntuplum accipiétis, et vitam aetérnam possidébitis. (Mt. 19, 28. 29; ℣. Ps. 20, 2. 3. 4. 5. 6. 7. 14)
Vernáculo:
Em verdade vos digo, vós, que deixastes tudo e me seguistes, recebereis cem vezes mais e tereis como herança a vida eterna. (Cf. MR: Mt. 19, 28. 29)

Depois da Comunhão

Tendo recebido o pão que nos salva, nós vos pedimos, Ó Deus, que este sacramento, alimentando-nos na terra, nos faça participar da vida eterna. Por Cristo, nosso Senhor.

Homilia do dia 01/03/2022
A perfeição é dos generosos

Para que Deus realize em nós a obra de nossa santificação, precisamos tudo a Ele entregar, a exemplo de Cristo, que nos amou até o fim, e de seus santos, que se deixaram consumir no altar de uma perfeita generosidade.

Ontem, o Senhor pedia ao jovem rico que, deixando tudo para trás, o seguisse e imitasse no caminho da perfeição; hoje, é S. Pedro quem testemunha que, como os demais Apóstolos, também ele deixou tudo para seguir a Cristo. As palavras de Pedro, porém, nada têm de queixa ou lamento. Ao contrário, elas expressam a alegria de um coração que se sabe bem encaminhado, iluminado pelas pegadas do único que é o caminho, a verdade e a vida: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. Sabemos, é claro, que S. Pedro, a esta altura do ministério público de Nosso Senhor, não é ainda santo; o príncipe dos Apóstolos tem muito o que progredir, até ao ponto de, chegado o momento oportuno, provar sua fidelidade a Jesus derramando o próprio sangue. Mas o testemunho que ele nos dá hoje, em todo o caso, é fonte de grande animação para que também nós, cada um no estado a que Deus o houver chamado, assumamos nossa vocação à santidade e deixemos tudo: a perfeição que Deus quer ver realizada em nós, em efeito, exige mais do que obediência a leis; requer, fundamentalmente, generosidade, amar sem limites, abandonar com radicalidade evangélica todo espírito mundano. Que S. Teresinha do Menino Jesus, acompanhada de seu santos pais, Luís e Zélia, intercedam do céu a nosso favor e nos alcancem a graça de nos abandonarmos sem medo nos braços de Deus, deixando para trás tudo quanto não conduza a Ele, renunciando a quanto possa ofendê-lo, abraçando amorosamente o que quer que nos leve para mais perto dele.

Deus abençoe você!

Seja um apoiador!
Ajude-nos a manter o Pocket Terço: pocketterco.com.br/ajude

Homilia Diária | Um rosto de ira e de misericórdia (Festa da Sagrada Face)

Nesta terça-feira de carnaval, a Igreja nos chama com voz firme e materna a voltar os olhares do coração para a Sagrada Face de Cristo, desprezada, desfigurada e ensanguentada por causa dos pecados cometidos nestes dias. Para começarmos bem a Quaresma, precisamos nos colocar na fila dos pecadores, para, batendo no peito, reconhecer que foram os nossos pecados, presentes e passados, a causa por que Cristo se entregou à morte.Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta terça-feira, dia 1.º de março, e apliquemo-nos com empenho à reparação dos pecados lançados ao rosto de Cristo, a fim de começarmos com menos indignidade este tempo quaresmal.


https://youtu.be/FNG__EG5fpg

Santo do dia 01/03/2022


Santo Albino (Memória Facultativa)
Local: Angers, França
Data: 01 de Março † c. 550


Dos treze santos com este nome, oito foram bispos. Três deles são festejados no dia 1º de março: o lendário protomártir inglês que antes se chamava Albano, os bispos de Vercelas e de Angers, contemporâneos. O quinto sucessor de santo Eusébio, fundador da diocese de Vercelas, foi consagrado bispo em 452, num período histórico muito agitado.

O novo bispo reconstruiu a igreja metropolitana sobre a pequena basílica de santo Eusébio. Essa igreja estava sobre o túmulo de são Teofrasto e fora ampliada pelo imperador Teodósio. Preparou uma grande festa e foi premiado. No dia da festa chegou são Germano, bispo de Auxerre, que estava de passagem para Ravena. Presenciou o rito. São Germano morreu em Ravena. De volta seu corpo foi colocado no meio da igreja e as luzes, que ninguém tinha conseguido acender, acenderam-se todas simultaneamente. Esse prodígio comprovou a grande amizade que existia entre os dois santos.

Sabemos que o culto a santo Albino de Vercelas é muito antigo. O seu homônimo, bispo de Auxerre, é um dos santos mais populares da Idade Média. Nasceu em Vannes, na França, em 496, de família nobre. Teve de renunciar a títulos e a rica herança para poder ingressar no mosteiro em Ticillac. Mas não obstante ele esconder suas qualidades humanas e virtudes religiosas, sempre os outros o punham em evidência. Foi eleito abade e ficou 25 anos até que, por obediência, teve de aceitar o cargo de bispo de Auxerre.

Juntando ao zelo pastoral prudência e firmeza, governou sua diocese conseguindo mais hostilidades que aplausos. Para ele era mais que suficiente o apoio de outro santo, o amigo são Cesário. Morreu a 1º de março de 550. Apenas seis anos depois sua fama de santidade já lhe merecia a dedicação de uma igreja em Angers.

Referência:
SGARBOSSA, Mario; GIOVANNI, Luigi. Um santo para cada dia. São Paulo: Paulus, 1983. 397 p. Tradução de: Onofre Ribeiro. Adaptações: Equipe Pocket Terço.

Santo Albino, rogai por nós!