Nome: São Pedro Julião Eymard (Memória Facultativa)
Local: La Mure, França
Data: 02 de Agosto † 1868

Trata-se de um santo recentemente introduzido no Calendário romano. Ele pode ser caracterizado como o sacerdote do Santíssimo Sacramento. Fundou a Congregação dos Sacerdotes do Santíssimo Sacramento, os conhecidos Padres Sacramentinos, bem como a Congregação das Servas do Santíssimo Sacramento.

Nasceu na pequena cidade de La Mure, na França, em 1811. Desde criança foi iniciado pela mãe na devoção à Santíssima Eucaristia. Perante o sacrário nasceu-lhe a vocação religiosa e sacerdotal.

No entanto, inúmeras dificuldades o esperavam para realizar seu sonho. Sofreu a oposição do pai que considerava a presença do filho necessária para o sustento da família, que não tinha condições de enfrentar as despesas dos estudos. As escondidas do pai, foi estudando o latim noite adentro.

Por fim sua tenacidade venceu e foi ordenado sacerdote em 1834. Exerceu o ministério sacerdotal por cinco anos como vigário paroquial como dizemos hoje e, depois, como pároco. Deixando a paróquia, ingressou na Congregação dos Maristas, sonhando ser um dia missionário nas longínquas terras da Oceania.

Deus, porém, tinha outros planos: Eymard devia ser missionário da devoção à Santíssima Eucaristia em sua terra natal, a França, para irradiar pelo mundo afora um grande amor a Jesus Eucarístico. Pedro Eymard rezou bastante, aconselhou-se com os Superiores e com o próprio papa Pio IX e, quando viu claramente ser vontade de Deus, atirou-se sem reservas numa nova obra: a fundação de uma Congregação religiosa que propagasse, difundisse no mundo o culto solene à Santíssima Eucaristia. Fundou ainda a Congregação religiosa das Servas do Santíssimo Sacramento e uma Associação de leigos que se comprometem com a adoração do Santíssimo Sacramento.

Enquanto se desenrolava o longo e sofrido período da gestação do novo Instituto, padre Eymard não perdeu tempo; toda sua vida convergia para o grande e sublime ideal de servir à pessoa real de Cristo presente na Eucaristia.

Aos poucos vai se implantando por toda parte a prática devocional da Adoração Perpétua. Surgem, por toda parte, na Igreja, congressos eucarísticos nacionais e internacionais que visam despertar e alimentar nos fiéis a fé na presença de Jesus na Santíssima Eucaristia.

Estes momentos fortes de espiritualidade popular são devidos, sobretudo, ao grande impulso dado por São Pedro Julião Eymard à devoção à Santíssima Eucaristia. Deixou numerosos escritos de espiritualidade eucarística. Morreu na cidade natal no dia 1º de agosto de 1868.

Creio que podemos situar o carisma de São Pedro Julião dentro de um tempo em que se acentuava o culto eucarístico fora da Missa. O Concílio Vaticano II veio colocar no centro a Eucaristia como celebração da nova Páscoa, do mistério pascal. A Eucaristia como sacrifício memorial de ação de graças e como Ceia do Senhor. Esta concepção muito válida levou, porém, a certo abandono do culto eucarístico fora da Missa, apesar do Rito renovado da Sagrada Comunhão e o Culto do Mistério Eucarístico fora da Missa. Os últimos papas vêm insistindo na valorização e cultivo do Culto Eucarístico fora da Missa. Neste sentido, foi oportuna a introdução da memória de São Pedro Julião Eymard no Calendário universal.

A Oração coleta realça o admirável amor de São Pedro Julião pelos sagrados mistérios do Corpo e do Sangue do Filho de Deus e pede que possamos colocar o divino banquete da Eucaristia no centro de nossa vida. Celebrar a Eucaristia e viver a Eucaristia, tornando-se Eucaristia, Corpo de Cristo dado e Sangue de Cristo derramado.

São Pedro Julião Eymard, rogai por nós!

Referência:
BECKHÄUSER, Frei Alberto. Os Santos na Liturgia: testemunhas de cristo. Petrópolis: Vozes, 2013. 391 p. Adaptações: Equipe Pocket Terço.

Oração de São Pedro Julião Eymard

Adoro-Vos, ó Divino Jesus, vivo e presente na Eucaristia, tesouro inesgotável dos dons celestes; fonte universal de onde o bem, a luz, as virtudes, a felicidade, a bênção, a perfeição e tudo que há de mais puro, belo e santo emanam e difundem-se na Igreja e nas almas.

Pela virtude dessa admirável plenitude, dignai-Vos, vo-lo peço, atendei as minhas humildes súplicas, afastai de minh’alma e de meu corpo os perigos a que estão expostos, e concedei-me a graça de que tenho premente necessidade. Com inabalável confiança vo-lo peço e, em retribuição de vossos benefícios, ofereço-me sem reserva para vos amar, servir e glorificar no adorável Sacramento da Eucaristia. Amém.

São Pedro Julião Eymard, rogai por nós!

Para mais terços, novenas e orações de vários santos, baixe o aplicativo Pocket Terço em seu Android ou iPhone.