Apoiadores do Pocket Terço
Terço com imagens no Youtube
Reze os Mistérios Gozosos com imagens

Antífona de entrada

Estes são os Santos que receberam a bênção do Senhor e a misericórdia de Deus, seu Salvador. É a geração dos que buscam a Deus. (Cf. Sl 23, 5-6)
Os iusti meditábitur sapiéntiam, et lingua eius loquétur iudícium: lex Dei eius in corde ipsíus. Ps. Noli aemulári in malignántibus: neque zeláveris faciéntes iniquitátem. (Ps. 36, 30. 31 et 1)
Vernáculo:
O justo tem nos lábios o que é sábio, sua língua tem palavras de justiça; traz a Aliança do seu Deus no coração. Sl. Não te irrites com as obras dos malvados nem invejes as pessoas desonestas; (Cf. LH: Sl 36, 30. 31a e 1)

Oração do dia

Ó Deus, que os méritos e ensinamentos de São Domingos venham em socorro da vossa Igreja, para que o grande pregador da vossa verdade seja agora nosso fiel intercessor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Primeira Leitura (Ez 1, 2-5. 24-28c)


Leitura da Profecia de Ezequiel

2No dia cinco do mês — esse era o quinto ano do exílio do rei Joaquim —, 3a palavra do Senhor foi dirigida a Ezequiel, filho do sacerdote Buzi, na terra dos caldeus, junto ao rio Cobar. Foi ali que a mão do Senhor esteve sobre ele. 4Eu vi que um vento impetuoso vinha do norte, uma grande nuvem envolta em claridade e relâmpagos; no meio brilhava algo como se fosse ouro incandescente. 5No centro aparecia a figura de quatro seres vivos. Este era o seu aspecto: cada um tinha a figura de homem. 24E eu ouvi o rumor de suas asas: Era como um estrondo de muitas águas, como a voz do Poderoso. Quando se moviam, o seu ruído era como o barulho de um acampamento; quando paravam, eles deixavam pender as asas. 25O ruído vinha de cima do firmamento, que estava sobre suas cabeças. 26Acima do firmamento que estava sobre as cabeças, havia algo parecido com safira, uma espécie de trono, e sobre essa espécie de trono, bem no alto, uma figura com aparência humana.

27E eu vi como que um brilho de ouro incandescente, envolvendo essa figura como se fosse fogo, acima daquilo que parecia ser a cintura; abaixo daquilo que parecia ser a cintura vi algo como fogo e, em sua volta, um círculo luminoso. 28cEsse círculo luminoso tinha o mesmo aspecto do arco-íris, que se forma nas nuvens em dia de chuva. Tal era a aparência visível da glória do Senhor. Ao vê-la, caí com o rosto no chão.

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Salmo Responsorial (Sl 148)


℟. Da vossa glória estão cheios o céu e a terra.


— Louvai o Senhor Deus nos altos céus, louvai-o no excelso firmamento! Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, louvai-o, legiões celestiais! ℟.

— Reis da terra, povos todos, bendizei-o, e vós, príncipes e todos os juízes; e vós, jovens, e vós, moças e rapazes, anciãos e criancinhas, bendizei-o! ℟.

— Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos, porque somente o seu nome é excelso! A majestade e esplendor de sua glória ultrapassam em grandeza o céu e a terra. ℟.

— Ele exaltou seu povo eleito em poderio, ele é o motivo de louvor para os seus santos. É um hino para os filhos de Israel, este povo que ele ama e lhe pertence. ℟.


https://youtu.be/CYK6RRshRTM
℟. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
℣. Pelo Evangelho o Pai nos chamou, a fim de alcançarmos a glória de Nosso Senhor Jesus Cristo. (Cf. 2Ts 2, 14) ℟.

Evangelho (Mt 17, 22-27)


℣. O Senhor esteja convosco.

℟. Ele está no meio de nós.


℣. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Mateus 

℟. Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 22quando Jesus e os seus discípulos estavam reunidos na Galileia, ele lhes disse: “O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens. 23Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará”. E os discípulos ficaram muito tristes. 24Quando chegaram a Cafarnaum, os cobradores do imposto do Templo aproximaram-se de Pedro e perguntaram: “O vosso mestre não paga o imposto do Templo?”

25Pedro respondeu: “Sim, paga”. Ao entrar em casa, Jesus adiantou-se, e perguntou: “Simão, que te parece: Os reis da terra cobram impostos ou taxas de quem: dos filhos ou dos estranhos?” 26Pedro respondeu: “Dos estranhos!” Então Jesus disse: “Logo os filhos são livres. 27Mas, para não escandalizar essa gente, vai ao mar, lança o anzol, e abre a boca do primeiro peixe que pescares. Ali encontrarás uma moeda; pega então a moeda e vai entregá-la a eles, por mim e por ti”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Antífona do Ofertório

Veritas mea et misericórdia mea cum ipso: et in nómine meo exaltábitur cornu eius. (Ps. 88, 25)


Vernáculo:
Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, sua força e seu poder por meu nome crescerão. (Cf. LH: Sl 88, 25)

Sobre as Oferendas

Ó Deus, atendeu com bondade, pela intercessão de São Domingos, as preces que vos apresentamos e, pela força deste sacrifício, confirmai com a graça da vossa proteção aqueles que lutam em defesa da fé. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da Comunhão

Provai e vede como o Senhor é bom; feliz de quem nele encontra seu refúgio. (Sl 33, 9)
Fidélis servus et prudens, quem constítuit Dóminus super famíliam suam: ut det illis in témpore trítici mensúram. (Lc. 12, 42; ℣. Ps. 111, 1. 2. 3. 4. 5-6a. 6b-7a. 7b-8. 9)
Vernáculo:
Quem é o administrador fiel e prudente, que o senhor encarregará dos servos da casa para lhes dar a alimentação na hora certa? (Cf. Bíblia CNBB: Lc 12, 42)

Depois da Comunhão

Ó Deus, concedei à vossa Igreja o vigor do sacramento que nos alimentou na festa de hoje, para que ela se dedique inteiramente ao vosso serviço, pela intercessão de São Domingos, que a fez florescer com a sua pregação. Por Cristo, nosso Senhor.

Homilia do dia 08/08/2022
Têm algum valor os nossos sofrimentos?

Cristo, Deus e homem verdadeiro, quis associar-nos ao mistério de sua Páscoa, conferindo aos nossos padecimentos a capacidade de participar da eficácia redentora da cruz.

No Evangelho de hoje, Jesus prevê pela segunda vez sua paixão, morte e ressurreição. Ele se refere a si mesmo como Filho do Homem e, ao mesmo tempo, como Filho do Rei, eximido de todo dever para com as potestades deste mundo. Mas, apesar de não ter dívidas com ninguém, Ele se dispõe livremente a pagar o tributo de César, alusão ao preço a ser pago na cruz pelo nosso resgate. Há aqui, portanto, um contraste chamativo: Jesus, enquanto Filho do Homem igual a nós em tudo, dará sua vida em meio aos piores tormentos, vindo a morrer verdadeiramente; mas, enquanto Filho de Deus imortal, causará nossa salvação pelo mérito infinito desses mesmos sofrimentos, pagando assim o preço pelo qual fomos libertados da escravidão do pecado (cf. Jo 8, 34; 2Pd 2, 19), do demônio e da condenação devida à nossa iniquidade (cf. Tt 2, 14; 1Pd 1, 18-19). É por isso que diz o Apóstolo: “Fostes comprados por um grande preço” (1Cor 6, 20), ou seja, pelo Sangue preciosíssimo do Cordeiro, assim como o povo de Israel foi resgatado outrora da escravidão do Egito pelo sangue do cordeiro pascal, imagem e figura de Cristo, ao valor de cujas ações podemos nós agora nos unir, associando-nos, como membros do Corpo místico, à obra da redenção mediante a paciência na adversidade, o amor no sofrimento, o sacrifício na dificuldade. Sabendo-nos, pois, comprados a tão alto preço, completemos em nossa carne “o que falta às tribulações de Cristo por seu Corpo, que é a Igreja” (Col 1, 24). Alegremo-nos no sofrimento, porque o Senhor imprimiu-lhe o poder de santificar-nos e fazer-nos corredentores por Ele, com Ele e dependentes dele.

Deus abençoe você!

Seja um apoiador!
Ajude-nos a manter o Pocket Terço: pocketterco.com.br/ajude

Santo do dia 08/08/2022


São Domingos de Gusmão, Presbítero (Memória)
Local: Bolonha, Itália
Data: 08 de Agosto † 1221


Domingos de Guzmán é, com Francisco de Assis, um dos patriarcas da santidade cristã, suscitados pelo Espírito em um tempo de grandes mudanças históricas, para sustentar e renovar a Igreja no difícil século XIII, quando ela foi atacada por uma série de heresias no desejo de uma volta à pureza do Evangelho. Elas foram combatidas e superadas, opondo-se a elas, antes de tudo, um testemunho de vida evangélica em comunhão com a Igreja.

Domingos nasceu em Calaroga, em Castela, na Espanha, da alta linhagem dos Guzmán, por volta de 1170. Praticamente nada se sabe com certeza sobre seu pai Félix, embora conste ter pertencido ele à família dos Guzmán. Sua mãe foi a Beata Joana de Aza. O casal foi agraciado com quatro filhos, sendo três homens e uma mulher, sendo que Mannes também é beato.

Sabe-se que, muito cedo, os pais confiaram Domingos à direção de um tio, reitor de uma igreja. Passou Domingos sete anos na escola daquele sacerdote, aprendendo, além das primeiras letras, todos os serviços da Igreja. Terminado este período, transferiu-se para Valência, para cursar na universidade os estudos de filosofia, teologia e retórica.

Domingos era cônego no bispado de Osma quando, em 1203, em viagem com seu bispo, pode sentir de perto o problema religioso do sul da França e de outras regiões europeias, infestadas de grupos religiosos subversivos da ordem religiosa e social, genericamente denominados cátaros (puros) ou albigenses. Estes hereges negavam vários dogmas cristãos, entre os quais a unicidade de Deus, a encarnação do Verbo Divino, os sacramentos, o valor dos juramentos, o casamento e outros.

Depois de 1205, Domingos acabou permanecendo no sul da França, entregando-se totalmente à pregação. Aos métodos de repressão pela força Domingos preferiu o caminho do ensinamento e do bom exemplo. De um grupo de pregadores como ele surgirá a Ordem dos Pregadores ou dos Dominicanos, cuja arma principal de apostolado será o estudo teológico.

As características principais da Ordem dos Pregadores podem ser assim sintetizadas: a espiritualidade sacerdotal com profunda formação teológica; o devotamento à Igreja, às almas, ao culto da verdade; a vida comunitária como meio ascético de santificação, para o maior desempenho da vida e ação sacerdotal; a espiritualidade apostólica, sobretudo pela pregação.

Ainda em vida do fundador, a Ordem de São Domingos expandiu-se por várias regiões na Europa e tornou-se, ao lado da Ordem Franciscana, a maior força da Igreja, no século XIII. Sua fundação se deu em Tolosa, no sul da França. Aos poucos seu centro principal se estabeleceu na cidade de Bolonha na Itália.

Domingos teve um conhecimento penetrante e sapiencial do mistério de Deus e promoveu os estudos teológicos. A Ordem contou com grandes santos como Santo Tomás de Aquino, Santo Alberto Magno, São Vicente Ferrer, Santa Catarina de Sena e outros mais.

Domingos faleceu em 1221, possivelmente com 51 anos de idade. Até hoje a Ordem se encontra em todas as partes do mundo.

A Oração coleta traduz bem sua missão na Igreja. Ela pede que os méritos e ensinamentos de São Domingos venham em socorro da Igreja. Ele brilha na Igreja como grande pregador da verdade. A Oração sobre as oferendas realça em São Domingos o defensor da fé. A Oração depois da Comunhão afirma a dedicação da Igreja ao serviço de Deus.

A grande mensagem que fica é certamente esta: Não basta viver a fé; é preciso também defendê-la e anunciá-la.

Referência:
BECKHÄUSER, Frei Alberto. Os Santos na Liturgia: testemunhas de cristo. Petrópolis: Vozes, 2013. 391 p. Adaptações: Equipe Pocket Terço.

São Domingos de Gusmão, rogai por nós!