Nome: São Sebastião (Memória Facultativa)
Local: Roma, Itália
Data: 20 de Janeiro † s. IV in.

Preferindo a fidelidade a Cristo a toda e qualquer honra civil e militar, Sebastião foi excluído dos quadros do exército e morto na perseguição de Diocleciano, em torno do ano 300.

No século V apareceu a primeira biografia de São Sebastião. Seu martírio está envolto em muitas lendas. Conta-se que, destituído de sua função de militar, foi entregue a um pelotão de soldados que o despiram, o amarraram a uma árvore e o alvejaram com flechas e o deixaram como morto. Encontrado ainda com vida por uma cristã, foi medicado secretamente em sua casa, curando-se rapidamente. Cheio de coragem procurou o perseguidor para reprovar sua iniquidade praticada contra pessoas inocentes. Outra vez condenado à morte, desta vez, veio a morrer entre os tormentos de pauladas e pedradas.

Interessante que num mosaico da igreja de Pedro in Vinculis, em Roma, São Sebastião é representado em vestes de senador, com uma coroa do martírio na mão. Contudo, tudo isso está envolto em lendas. O que sabemos de certo é que São Sebastião foi um mártir romano ligado de alguma maneira à cidade de Milão no norte da Itália.

Devemos distinguir sempre entre o histórico na vida dos santos e o lendário. O lendário, no entanto, fala muito sobre a espiritualidade e sobre a mensagem deixada pelo santo. Não podemos tomar as coisas ao pé da letra.

O nome Sebastião tem a ver com crença religiosa, o que merece respeito, reverência. São Sebastião, como mártir, foi visto pela tradição como realização perfeita do ideal cristão dos primeiros séculos da Igreja, isto é, de ser um "miles Christi", ou seja, um soldado de Cristo. A exemplo de todos os mártires, ele enfrentou os inimigos da fé cristã e saiu vitorioso, obtendo, assim, o prêmio pela vitória representado pela coroa.

Na tradição do catolicismo popular herdado de Portugal, São Sebastião é contado entre os santos guerreiros. Ele é muito venerado em todo o Brasil de tradição lusa.

Na Oração coleta da festa, São Sebastião é chamado de "glorioso mártir". A Igreja pede o espírito de fortaleza para que possa aprender com ele a obedecer mais a Deus do que aos homens. É ímpia e diabólica a tendência de querer associá-lo a movimentos gays.

Referência:
BECKHÄUSER, Frei Alberto. Os Santos na Liturgia: testemunhas de Cristo. Petrópolis: Vozes, 2013. 391 p. Adaptações: Equipe Pocket Terço.

Oração a São Sebastião

Glorioso Mártir São Sebastião, soldado de Cristo e exemplo de Cristão, hoje vimos pedir a vossa intercessão junto ao trono do Senhor Jesus, nosso Salvador, por Quem destes a vida.
Vós que vivestes a fé e perseverastes até o fim, pedi a Jesus por nós para que sejamos testemunhas do amor de Deus.
Vós que esperastes com firmeza nas palavras de Jesus, pedi-lhe por nós, para que aumente a nossa esperança na ressurreição.
Vós que vivestes a caridade para com os irmãos, pedi a Jesus para que aumente o nosso amor para com todos.
Enfim, glorioso Mártir São Sebastião, protegei-nos contra a peste, a fome e a guerra.
Defendei as nossas plantações e os nossos rebanhos, que são dons de Deus para o nosso bem e para o bem de todos.
E defendei-nos do pecado, que é o maior de todos os males.
Assim seja, amém.

Para mais terços, novenas e orações de vários santos, baixe o aplicativo Pocket Terço em seu Android ou iPhone.