Primeira Leitura (At 18,23-28)


Leitura dos Atos dos Apóstolos.

23Paulo permaneceu algum tempo em Antioquia. Em seguida, partiu de novo, percorrendo sucessivamente as regiões da Galácia e da Frígia, fortalecendo todos os discípulos. 24Chegou a Éfeso um judeu chamado Apolo, natural de Alexandria. Era um homem eloquente, versado nas Escrituras.

25Fora instruído no caminho do Senhor e, com muito entusiasmo, falava e ensinava com exatidão a respeito de Jesus, embora só conhecesse o batismo de João. 26Então, ele começou a falar com muita convicção na sinagoga. Ao escutá-lo, Priscila e Áquila tomaram-no consigo e, com mais exatidão, expuseram-lhe o caminho de Deus.

27Como ele estava querendo passar para a Acaia, os irmãos apoiaram-no e escreveram aos discípulos para que o acolhessem bem. Pela graça de Deus, a presença de Apolo aí foi muito útil aos fiéis. 28Com efeito, ele refutava vigorosamente os judeus em público, demonstrando pelas Escrituras que Jesus é o Messias.


— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Responsório (Sl 46)


— O Senhor é o grande Rei de toda a terra.

— O Senhor é o grande Rei de toda a terra.

— Povos todos do universo, batei palmas, gritai a Deus aclamações de alegria! Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.

— Porque Deus é o grande Rei de toda a terra, ao som da harpa acompanhai os seus louvores! Deus reina sobre todas as nações, está sentado no seu trono glorioso.

— Os chefes das nações se reuniram com o povo do Deus santo de Abraão, pois só Deus é realmente o Altíssimo, e os poderosos desta terra lhe pertencem!


Evangelho (Jo 16,23b-28)


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 23b“Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vo-la dará. 24Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis; para que a vossa alegria seja completa.

25Disse-vos estas coisas em linguagem figurativa. Vem a hora em que não vos falarei mais em figuras, mas claramente vos falarei do Pai. 26Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que vou pedir ao Pai por vós, 27pois o próprio Pai vos ama, porque vós me amastes e acreditastes que eu vim da parte de Deus. 28Eu saí do Pai e vim ao mundo; e novamente parto do mundo e vou para o Pai”.


— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Homilia: Levemos a vida na autoridade de Jesus

“Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vo-la dará. Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis; para que a vossa alegria seja completa” (João 16,23b-24).

Precisamos levar a vida no nome e na autoridade de Jesus, termos a vida em nome d’Ele. Que o nome de Jesus esteja sobre nós em tudo que fazemos. Precisamos levar a vida na autoridade de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Ele mesmo está dizendo a nós: “Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e o Pai vos concederás”.

O nome de Jesus é poderoso, grande, santo, glorificado, amado e exaltado no coração do Pai. Podemos pedir qualquer coisa na autoridade de Jesus.

É importante ressaltar algumas coisas importantes. Primeiro, não basta pedir, é preciso primeiro ter a vida no nome de Jesus, converter-se a Ele, levar Jesus a sério em tudo aquilo que realizamos. O título de cristãos que recebemos quando fomos batizados é porque nos tornamos discípulos de Jesus, tornamo-nos seguidores d’Ele.

Há muitas pessoas que creem em Deus, mas não são seguidoras de Jesus. Somos chamados de cristãos porque a missão que recebemos é nos tornarmos “Cristos” grande nas obras, nos atos e em tudo aquilo que realizamos.

Precisamos levar a vida no nome e na autoridade de Jesus, termos a vida em nome d’Ele

Precisamos nos tornar Cristo em nossa vida, que Ele esteja nós e eu esteja n’Ele, para que o Pai seja glorificado. Então, mais importante do que pedir é ter a vida em nome de Jesus. Atos, atitudes e tudo aquilo que fizermos que Jesus seja glorificado pela nossa vida.

Precisamos suplicar o nome de Jesus, precisamos nos prostrar diante da presença d’Ele, adorá-Lo em espírito e verdade, precisamos que a nossa vida esteja voltada para Ele e não tenha receio de pedir, suplicar, conclamar e proclamar o nome do Senhor. Em tudo aquilo que realizamos e vivemos, que o nome de Jesus esteja sempre na nossa boca, no nosso coração e nas nossas atitudes.

Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
fb.com/padrerogeramigo

Santo do Dia:

São Justino - Primeiro santo, padre

Nasceu na Palestina, na cidade de Siquém, em uma família que não conheceu Jesus. Justino buscou com aquilo que tinha, a verdade. Ele tinha essa sede e providencialmente pôs em sua vida um ancião que se aproximou dele para falar sobre a filosofia. E ele apresentou o ‘algo mais’ que faltava a Justino. Falou dos profetas, da fé, da verdade, do mistério de Deus e apresentou Jesus Cristo.

Justino se tornou um grande filósofo cristão, sacerdote, um homem que buscou corresponder diariamente a sua fé. E depois dos padres apostólicos, ele foi intitulado como o primeiro santo, padre. A Sagrada Tradição foi muito testemunhada nos escritos deste santo.

Por inveja e por não aceitar a verdade, um filosofo denunciou São Justino, que foi julgado injustamente, flagelado e por não renunciar a Jesus Cristo, foi decapitado. Isso no ano de 167.

Com fé e razão nós mergulhamos nosso ser no coração de Jesus, modelo e fonte de toda graça, bênção e santidade.

São Justino, rogai por nós!