Apoiadores do Pocket Terço
Terço com imagens no Youtube
Reze os Mistérios Luminosos com imagens

Memória Facultativa

São Fabiano, papa e mártir ou São Sebastião, mártir

Antífona de entrada

Que toda a terra se prostre diante de vós, ó Deus, e cante louvores ao vosso nome, Deus altíssimo! (Sl 65, 4)
Omnis terra adóret te, Deus, et psallat tibi: psalmum dicat nómini tuo, Altíssime. Ps. Iubiláte Deo omnis terra, psalmum dícite nómini eius: date glóriam laudi eius. (Ps. 65, 4 et 1-2)
Vernáculo:
Que toda a terra se prostre diante de vós, ó Deus, e cante louvores ao vosso nome, Deus altíssimo! (Cf. MR: Sl 65, 4) Sl. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! (Cf. LH: Sl 65, 1-2)

Oração do dia

Deus eterno e todo-poderoso, que governais o céu e a terra, escutai com bondade as preces do vosso povo e dai ao nosso tempo a vossa paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Primeira Leitura (1Sm 18, 6-9; 19, 1-7)


Leitura do Primeiro Livro de Samuel


18, 6Naqueles dias, quando Davi voltou, depois de ter matado o filisteu, as mulheres de todas as cidades de Israel saíram ao encontro do rei Saul, dançando e cantando alegremente ao som de tamborins e címbalos. 7E, enquanto dançavam, diziam em coro: “Saul matou mil, mas Davi matou dez mil”. 8Saul ficou muito encolerizado com isto e não gostou nada da canção, dizendo: “A Davi deram dez mil, e a mim somente mil. Que lhe falta ainda, senão a realeza?” 9E, a partir daquele dia, não olhou mais para Davi com bons olhos.

19, 1Saul falou a Jônatas, seu filho, e a todos os seus servos sobre sua intenção de matar Davi. Mas Jônatas, filho de Saul, amava profundamente Davi, 2e preveniu-o a respeito disso, dizendo: “Saul, meu pai, procura matar-te; portanto, toma cuidado amanhã de manhã, e fica oculto em um esconderijo. 3Eu mesmo sairei em companhia de meu pai, no campo, onde estiveres, e lhe falarei de ti, para ver o que ele diz, e depois te avisarei de tudo o que eu souber”.

4Então Jônatas falou bem de Davi a Saul, seu pai, e acrescentou: “Não faças mal algum ao teu servo Davi, porque ele nunca te ofendeu. Ao contrário, o que ele tem feito foi muito proveitoso para ti. 5Arriscou a sua vida, matando o filisteu, e o Senhor deu uma grande vitória a todo o Israel. Tu mesmo foste testemunha e te alegraste. Por que, então, pecarias, derramando sangue inocente e mandando matar Davi sem motivo?”

6Saul, ouvindo isto, e aplacado com as razões de Jônatas, jurou: “Pela vida do Senhor, ele não será morto!” 7Então Jônatas chamou Davi e contou-lhe tudo isto. Levou-o em seguida a Saul, para que ele retomasse o seu lugar, como antes.

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Salmo Responsorial (Sl 55)


℟. É no Senhor que eu confio e nada temo!


— Tende pena e compaixão de mim, ó Deus, pois há tantos que me calcam sob os pés, e agressores me oprimem todo dia! Meus inimigos de contínuo me espezinham, são numerosos os que lutam contra mim! ℟.

— Do meu exílio registrastes cada passo, em vosso odre recolhestes cada lágrima, e anotastes tudo isso em vosso livro. Meus inimigos haverão de recuar em qualquer dia em que eu vos invocar; tenho certeza: o Senhor está comigo! ℟.

— Confio em Deus e louvarei sua promessa. É no Senhor que eu confio e nada temo: que poderia contra mim um ser mortal? Devo cumprir, ó Deus, os votos que vos fiz, e vos oferto um sacrifício de louvor. ℟.


https://youtu.be/-jKX6X-DckQ
℟. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
℣. Jesus Cristo Salvador destruiu o mal e a morte; fez brilhar pelo Evangelho a luz e a vida imperecíveis. (Cf. 2Tm 1, 10) ℟.

Evangelho (Mc 3, 7-12)


℣. O Senhor esteja convosco.

℟. Ele está no meio de nós.


℣. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Marcos 

℟. Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 7Jesus se retirou para a beira do mar, junto com seus discípulos. Muita gente da Galileia o seguia. 8E também muita gente da Judeia, de Jerusalém, da Idumeia, do outro lado do Jordão, dos territórios de Tiro e Sidônia, foi até Jesus, porque tinham ouvido falar de tudo o que ele fazia. 9Então Jesus pediu aos discípulos que lhe providenciassem uma barca, por causa da multidão, para que não o comprimisse. 10Com efeito, Jesus tinha curado muitas pessoas, e todos os que sofriam de algum mal jogavam-se sobre ele para tocá-lo. 11Vendo Jesus, os espíritos maus caíam a seus pés, gritando: “Tu és o Filho de Deus!” 12Mas Jesus ordenava severamente para não dizerem quem ele era.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Antífona do Ofertório

Iubiláte Deo univérsa terra: iubiláte Deo univérsa terra: psalmum dícite nómini eius: veníte, et audíte, et narrábo vobis, omnes qui timétis Deum, quanta fecit Dóminus ánimae meae, allelúia. (Ps. 65, 1. 2. 16)


Vernáculo:
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar: vou contar-vos todo bem que ele me fez, aleluia. (Cf. LH: Sl 65, 1. 2. 16)

Sobre as Oferendas

Concedei-nos, ó Deus, a graça de participar constantemente da Eucaristia, pois, todas as vezes que celebramos este sacrifício, torna-se presente a nossa redenção. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da Comunhão

Preparais à minha frente uma mesa, o meu cálice transborda. (Sl 22, 5)

Ou:


Sabemos que Deus nos ama, e cremos no seu amor. (1Jo 4, 16)
Multitúdo languéntium, et qui vexabántur a spirítibus immúndis, veniébant ad eum: quia virtus de illo exíbat, et sanábat omnes. (Lc 6, 17. 18.19; ℣. Ps. 33, 2. 6. 16. 18. 19. 20. 21. 23)
Vernáculo:
Ali estava uma grande multidão do povo. Também os atormentados por espíritos impuros eram curados. Porque dele saía uma força que curava a todos. (Cf. Bíblia CNBB: Lc 6, 17. 18. 19)

Depois da Comunhão

Penetrai-nos, ó Deus, com o vosso Espírito de caridade, para que vivam unidos no vosso amor os que alimentais com o mesmo pão. Por Cristo, nosso Senhor.

Homilia do dia 20/01/2022
Deus nos quer na sua Igreja

A Igreja é o novo Israel, fundado pelo Filho de Deus encarnado como sacramento universal de salvação para todos os povos e nações.

No Evangelho de hoje, S. Marcos nos apresenta de forma bem resumida o sucesso da pregação de Nosso Senhor. Suas obras e palavras, além de granjear muitos seguidores, vêm despertando o interesse e a curiosidade de quantos habitam Israel e seus entornos, mas também o ódio e a indignação dos fariseus: de um lado, a luz do Cristo prometido brilha e se expande; de outro, as trevas, servindo-se da inveja de uns poucos, pretendem ofuscá-la a todo custo. É no contexto desse antagonismo que Jesus dá início ao seu projeto de ir pouco a pouco lançando as bases da Igreja. De fato, como ouviremos no Evangelho de amanhã, Ele escolherá seus doze Apóstolos, colunas do novo Israel, numa clara alusão aos doze filhos de Jacó. Por isso, ao subir hoje na barca de S. Pedro, Jesus nos deixa sinalizado que é por meio de sua única Igreja, cimentada no testemunho apostólico, que Ele quer conduzir-nos através do mar deste mundo em direção à nossa pátria no céu. Este trecho de S. Marcos, portanto, mais do que narrar um episódio em particular, quer ser uma “janela” aberta pela qual possamos enxergar a realidade da Igreja e a dimensão eclesiológica da nossa salvação: se Deus, com efeito, deseja que todos os homens se salvem (cf. 1Tm 2, 4), não o quer senão pelo conhecimento da verdade de seu Filho, que nos chama hoje a embarcar com Ele na única Igreja verdadeira, fora da qual não há salvação — “extra quam nulla est salus”.

Deus abençoe você!

Seja um apoiador!
Ajude-nos a manter o Pocket Terço: pocketterco.com.br/ajude

Homilia Diária | Sebastião, um santo nada ecumênico (Memória de São Sebastião, Mártir)

Celebramos hoje a memória de um dos santos mais queridos, e também menos conhecidos, do Brasil: São Sebastião, cujo nome carregam cidades, praias, ruas, cuja intercessão invoca até mesmo quem não é católico, mas cuja história está longe de ser uma platitude e muito menos uma condescendência com o sincretismo de nossa terra.Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta quinta-feira, dia 20 de janeiro, e conheça melhor a história de São Sebastião, mártir de Jesus Cristo.


https://youtu.be/_U8yvQuhZ9k

Santo do dia 20/01/2022


São Sebastião (Memória Facultativa)
Local: Roma, Itália
Data: 20 de Janeiro † s. IV in.


Preferindo a fidelidade a Cristo a toda e qualquer honra civil e militar, Sebastião foi excluído dos quadros do exército e morto na perseguição de Diocleciano, em torno do ano 300.

No século V apareceu a primeira biografia de São Sebastião. Seu martírio está envolto em muitas lendas. Conta-se que, destituído de sua função de militar, foi entregue a um pelotão de soldados que o despiram, o amarraram a uma árvore e o alvejaram com flechas e o deixaram como morto. Encontrado ainda com vida por uma cristã, foi medicado secretamente em sua casa, curando-se rapidamente. Cheio de coragem procurou o perseguidor para reprovar sua iniquidade praticada contra pessoas inocentes. Outra vez condenado à morte, desta vez, veio a morrer entre os tormentos de pauladas e pedradas.

Interessante que num mosaico da igreja de Pedro in Vinculis, em Roma, São Sebastião é representado em vestes de senador, com uma coroa do martírio na mão. Contudo, tudo isso está envolto em lendas. O que sabemos de certo é que São Sebastião foi um mártir romano ligado de alguma maneira à cidade de Milão no norte da Itália.

Devemos distinguir sempre entre o histórico na vida dos santos e o lendário. O lendário, no entanto, fala muito sobre a espiritualidade e sobre a mensagem deixada pelo santo. Não podemos tomar as coisas ao pé da letra.

O nome Sebastião tem a ver com crença religiosa, o que merece respeito, reverência. São Sebastião, como mártir, foi visto pela tradição como realização perfeita do ideal cristão dos primeiros séculos da Igreja, isto é, de ser um "miles Christi", ou seja, um soldado de Cristo. A exemplo de todos os mártires, ele enfrentou os inimigos da fé cristã e saiu vitorioso, obtendo, assim, o prêmio pela vitória representado pela coroa.

Na tradição do catolicismo popular herdado de Portugal, São Sebastião é contado entre os santos guerreiros. Ele é muito venerado em todo o Brasil de tradição lusa.

Na Oração coleta da festa, São Sebastião é chamado de "glorioso mártir". A Igreja pede o espírito de fortaleza para que possa aprender com ele a obedecer mais a Deus do que aos homens. É ímpia e diabólica a tendência de querer associá-lo a movimentos gays.

Referência:
BECKHÄUSER, Frei Alberto. Os Santos na Liturgia: testemunhas de Cristo. Petrópolis: Vozes, 2013. 391 p. Adaptações: Equipe Pocket Terço.