Apoiadores do Pocket Terço
Terço com imagens no Youtube
Reze os Mistérios Dolorosos com imagens
Abstinência de carne

Antífona de entrada

Exulte o coração dos que buscam a Deus. Sim, buscai o Senhor e sua força, procurai sem cessar a sua face. (Sl 104, 3-4)

Oração do dia

Deus eterno e todo-poderoso, aumentai em nós a fé, a esperança e a caridade e dai-nos amar o que ordenais para conseguirmos o que prometeis. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Primeira Leitura (Rm 9, 1-5)


Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos


Irmãos, 1não estou mentindo, mas, em Cristo, digo a verdade, apoiado no testemunho do Espírito Santo e da minha consciência: 2Tenho no coração uma grande tristeza e uma dor contínua, 3a ponto de desejar ser eu mesmo segregado por Cristo em favor de meus irmãos, os de minha raça.

4Eles são israelitas. A eles pertencem a filiação adotiva, a glória, as alianças, as leis, o culto, as promessas 5e também os patriarcas. Deles é que descende, quanto à sua humanidade, Cristo, o qual está acima de todos – Deus bendito para sempre! – Amém!

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Salmo Responsorial (Sl 147)


R. Glorifica o Senhor, Jerusalém!


— Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou; R.

— a paz em teus limites garantiu e te dá como alimento a flor do trigo. Ele envia suas ordens para a terra, e a palavra que ele diz corre veloz. R.

— Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos, suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos. R.


R. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
V. Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem. (Jo 10, 27) R.

Evangelho (Lc 14, 1-6)


V. O Senhor esteja convosco.

R. Ele está no meio de nós.


V. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Lucas 

R. Glória a vós, Senhor.


V. 1Aconteceu que, num dia de sábado, Jesus foi comer na casa de um dos chefes dos fariseus. E eles o observavam. 2Diante de Jesus, havia um hidrópico. 3Tomando a palavra, Jesus falou aos mestres da Lei e aos fariseus: “A Lei permite curar em dia de sábado, ou não?” 4Mas eles ficaram em silêncio.

Então Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e despediu-o. 5Depois lhes disse: “Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço, não o tira logo, mesmo em dia de sábado?” 6E eles não foram capazes de responder a isso.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Sobre as Oferendas

Olhai, ó Deus, com bondade, as oferendas que colocamos diante de vós, e seja para vossa glória a celebração que realizamos. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da Comunhão

Com a vossa vitória então exultaremos, levantando as bandeiras em nome do Senhor. (Sl 19, 6)

Ou:


O Cristo nos amou e por nós se entregou a Deus, como oferenda e sacrifício santo. (Ef 5, 2)

Depois da Comunhão

Ó Deus, que os vossos sacramentos produzam em nós o que significam, a fim de que um dia entremos em plena posse do mistério que agora celebramos. Por Cristo, nosso Senhor.

Homilia do dia 29/10/2021
Ofereçamos um culto agradável ao coração de Deus

“Então, Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e despediu-o” (Lucas 14,4).

Estamos contemplando, mais uma vez, a ação misericordiosa, bondosa e amorosa de Jesus. Ele pega aqueles que estão sofrendo, que estão sendo ignorados. Porque o sofrimento tem uma dupla face: é o sofrer pela enfermidade, por aquilo que o mal provoca na pessoa; e o sofrer por ser desprezado, ignorado, sem importância, ser olhado como se fosse castigado.

Pense neste homem hidrópico, há quanto tempo esse filho de Deus sofre, mas sofre não só pelo mal da hidropisia, que o deixa tão limitado, ele sofre, sobretudo, com os limites que os homens —  inclusive os homens religiosos — criam para ele.

Que Deus nos ensine o culto que Lhe agrada, e o culto que Lhe agrada é ama-Lo

Jesus vê a pessoa humana sofrendo e ignora; inclusive o que para alguns é sagrado, porque não havia nada mais sagrado para a mentalidade judaica farisaica do que o sábado: não pode fazer nada em dia de sábado, o sábado é somente para o culto a Deus. Que culto mais hipócrita! Que culto mais medíocre! Desculpe-me, mas nós, muitas vezes, prestamos a Deus um culto medíocre, nós até choramos e exclamamos. Quanta gente vendo anjos, vendo santos, enxergando sinais em tudo quanto é lugar, mas não enxerga o sofrimento do outro, não enxerga a miséria do outro, não enxerga o outro que está ao seu lado passando as mais diversas necessidades.

Que culto mais hipócrita! É desse culto que Jesus está se referindo aos Seus, inclusive aos fariseus, os mais religiosos da Sua época porque eles se preocupavam demais com o culto, com o zelo pelo que era sagrado, mas em um dia de sábado (e não é a primeira vez), tantas vezes Jesus faz isso e, por causa disso, vão condená-Lo, porque Ele eleva o ser humano à sua categoria de um ser sagrado, aquele que de fato é imagem e semelhança de Deus.

Às vezes, prestamos um culto tão elevado a Deus e rebaixamos tanto a pessoa do irmão e do próximo. Às vezes, cuidamos tanto do incenso do altar e ignoramos o sofrimento do outro que está do nosso lado.

Deus nos cure da hipocrisia religiosa, Deus nos cure da mediocridade religiosa, Deus nos cure dessa visão egoísta porque Jesus mesmo está dizendo: “Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço, não vai no dia de sábado cuidar dele?”. Você não vai se desesperar se um filho seu passa por qualquer aflição? Se a pessoa se desespera até se o boi está ruim, se a vaca, se o porco (quem cuida disso). Você fica desesperado se o seu boi está ruim, mas você não se inquieta com quem sofre, com quem passa fome, com quem passa necessidade, por quem passa aflição, por quem está sofrendo.

Que Deus nos ensine o culto que Lhe agrada, e o culto que Lhe agrada é ama-Lo, é servi-Lo, mas sair do culto para cultuar e cuidar do irmão que está sofrendo.

Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
Facebook/padrerogeramigo
Seja um apoiador!
Ajude-nos a manter o Pocket Terço: apoia.se/pocketterco

Santo do dia 29/10/2021


Beata Chiara Luce (Memória Facultativa)
Local: Sassello, Itália
Data: 29 de Outubro † 1990


Chiara Badano nasceu em 29 de outubro de 1971 em Sassello, na diocese de Acqui Terme. Seus pais estavam esperando por ela há 11 anos. Seu nascimento é saudado como uma graça de Nossa Senhora, invocada com fervor no "Santuário das Rochas" por seu pai.

Cresce rodeada de muito amor. É saudável, adora a natureza e as brincadeiras, destaca-se desde cedo pelo amor a Jesus e a Nossa Senhora. Tem um atrativo particular para os “últimos”, que cobre com atenção e pequenos serviços, muitas vezes abrindo mão de momentos de lazer.

No dia da sua primeira comunhão recebe de presente o livro dos Evangelhos. É para ela "um livro magnífico". “Assim como é fácil para mim aprender o alfabeto, também deve ser para viver o Evangelho!”.

Aos 9 anos ingressou no Movimento dos Focolares fundado por Chiara Lubich como GEN (Nova Geração), envolvendo também os pais. A partir daí, sua vida está em alta: ele tenta "sempre colocar Deus em primeiro lugar" e dizer-lhe "sempre sim". Gosta de estudar e sente-o como um “dever” que cumpre com alegria e serenidade, feliz por estar ao lado dos seus companheiros. Depois do primeiro colégio, ela parece mais pálida e um pouco cansada, mas não liga. Ela tem 17 anos e está em plena vitalidade.

No final do verão, durante uma partida de tênis, uma dor aguda no ombro esquerdo a força a largar a raquete. A tomografia computadorizada no hospital S. Corona em Pietra Ligure revela um dos mais graves osteossarcomas com metástases generalizadas.

Em 7 de fevereiro de 1989, ele entrou no hospital Molinette em Torino, onde uma primeira operação foi realizada no dia 28. Ao acordar, em seus lábios: “Se você quiser, Jesus, eu também quero!” Apesar da operação e do tratamento, a doença galopa inexoravelmente. Chiara percebe a situação e dirige-se a Nossa Senhora com um bilhete: “Mãe do Céu… te peço o milagre da cura; se não for da vontade dEle, peço-lhe a força necessária para nunca desistir ”.

A dor não a impede, nem um gemido em seus lábios. Seu rosto irradia alegria e seus olhos estão sempre brilhantes, apesar do desbotamento progressivo: a perda de cabelo e pernas. Ele não tem medo de morrer. O tão esperado Noivo vem buscá-la na madrugada de 7 de outubro de 1990, após uma noite muito dolorosa.

Para a mãe que estava ao lado dela, afagando-lhe a testa com grande esforço, ela sussurra: “Mãe, seja feliz, porque eu também sou.” E partiu para a verdadeira Vida.

Documentário Biográfico de Chiara Luce

Fonte: causesanti.va