Nome: São José Bilczewski (Memória Facultativa)
Local: Lviv, Ucrânia
Data: 20 de Março † 1923

José (Józef) Bilczewski nasceu em 26 de abril de 1860 em Wilamowice, perto de Kęty, na atual diocese de BielskoŻywiec, antiga diocese de Cracóvia.

Depois de completar a escola primária em Wilamowice e Kęty, frequentou o ginásio em Wadowice, onde em 1880 obteve seu bacharelado. Em 6 de julho de 1884 foi ordenado sacerdote em Cracóvia pelo Cardeal Albino Dunajewski. Em 1886 ele recebeu seu doutorado em teologia pela Universidade de Viena. Depois de mais estudos em Roma e Paris, em 1890 ele fez o exame de qualificação na Universidade Jagellonica em Cracóvia.

Um ano depois tornou-se professor de teologia dogmática na Universidade John Casimir de Leopoli, ocupando também, por um certo período, o cargo de reitor da faculdade teológica e mais tarde como reitor da própria universidade. Como professor, era muito apreciado pelos alunos e, ao mesmo tempo, gozava da estima e amizade de seus colegas professores universitários. Ele se dedicou ao trabalho científico e, apesar de sua idade relativamente jovem, adquiriu a reputação de um cientista autoritário.

Suas extraordinárias capacidades de intelecto e coração foram notadas pelo imperador da Áustria, Franz Joseph, que apresentou o bispo Giuseppe Bilczewski ao Santo Padre como candidato à vaga sé metropolitana de Lviv. O Santo Padre Leão XIII acolheu positivamente a proposta do Imperador e em 17 de dezembro de 1900 nomeou Dom Giuseppe Bilczewski, de 40 anos, Arcebispo de Lviv de rito latino.

A complexa situação social, econômica, étnica e religiosa fez com que o cuidado da grande diocese exigisse e exigisse do Pastor grande força moral, grande confiança em Deus, uma fé revigorada pelo contato contínuo com Deus.

Dom Giuseppe Bilczewski distinguiu-se por sua grande bondade de coração, compreensão, humildade, piedade, diligência e zelo pastoral que brotaram de seu imenso amor a Deus e ao próximo.

Tomando posse da Arquidiocese de Lviv, indicou, com muita clareza, seu programa pastoral que continha nas palavras "sacrificar-se totalmente pela santa Igreja". Indicou, entre outras coisas, a necessidade do desenvolvimento do culto ao Santíssimo Sacramento e a frequente aproximação à Sagrada Comunhão.

Durante os 23 anos de seu serviço pastoral, mudou o rosto da Arquidiocese de Lviv. Somente sua morte, ocorrida em 20 de março de 1923, pôs fim à sua vasta e perspicaz ação pastoral.
Ele havia se preparado para a morte, e a recebeu com paz e submissão, como sinal da vontade de Deus, sempre considerada por ele como santa.

Ele deixou este mundo desfrutando de uma reputação universal de santidade. De acordo com o seu testamento foi sepultado no cemitério de Janów, chamado cemitério dos pobres, em Lviv, desejando repousar entre aqueles de quem sempre foi pai e protetor.

Fonte: causesanti.va (adaptado)

Para mais terços, novenas e orações de vários santos, baixe o aplicativo Pocket Terço em seu Android ou iPhone.