Nome: São João de Deus (Memória Facultativa)
Local: Granada, Espanha
Data: 08 de Março † 1550

Estamos diante de um santo com características singulares. João de Deus nasceu em Portugal em 1495 e morreu em Granada, na Espanha, no ano de 1550. Foi sucessivamente camponês, militar e comerciante. Fugindo de casa ainda menino, foi para a Espanha, onde aprendeu a cuidar de rebanhos e tornou-se administrador da propriedade do benfeitor. Alistou-se, a seguir, como soldado nas tropas do imperador Carlos V, mas foi expulso sob acusação de cumplicidade com ladrões de espólios de guerra.

Depois de várias outras peripécias, fixou-se em Granada, abrindo um pequeno negócio de livros. Ouvindo a pregação de São João de Ávila, foi tocado profundamente pela graça. Acabou encontrando sua verdadeira vocação e missão de benfeitor dos pobres e doentes. Com uma pequena herança deixada por um sacerdote, alugou uma casa em Granada para acolher indigentes. Daí por diante, as suas andanças visavam apenas a conseguir meios materiais para sustentar sua obra apostólica. Colocava toda a sua confiança na Providência divina. Para conseguir ajuda para o hospital por ele fundado, ele passava pelas ruas e dizia: "Fazei o bem, irmãos".

Nem João nem seus auxiliares pensavam em constituir uma Congregação religiosa, mas depois de sua morte nasceu a Ordem dos Hospitaleiros de São João de Deus. Um século depois de sua fundação, a Ordem já contava com 80 hospitais. Hoje se acha espalhada em todo o mundo. Canonizado em 1690, João de Deus foi declarado patrono dos hospitais por Leão XIII.

O que podemos realçar na vida desse santo? Primeiramente, que cada pessoa tem a sua hora da graça. João de Deus atendeu ao chamado aos 40 anos de idade. Importa realmente responder ao chamado para o trabalho na vinha do Senhor. O outro aspecto é sua total dedicação aos pobres e enfermos, uma das obras de misericórdia do Evangelho.

A Oração coleta caracteriza-o pelo coração cheio de misericórdia que continua a convidar a todos para a prática das boas obras de caridade. Assim poderemos ser encontrados entre os escolhidos quando chegar o reino de Deus.

Referência:
BECKHÄUSER, Frei Alberto. Os Santos na Liturgia: testemunhas de Cristo. Petrópolis: Vozes, 2013. 391 p. Adaptações: Equipe Pocket Terço.

São João de Deus, rogai por nós!

Para mais terços, novenas e orações de vários santos, baixe o aplicativo Pocket Terço em seu Android ou iPhone.