Apoiadores do Pocket Terço
Terço com imagens no Youtube
Reze os Mistérios Gozosos com imagens

Antífona de entrada

Alegremo-nos todos no Senhor, celebrando este dia festivo em honra da virgem Santa Rosa de Lima. Conosco alegram-se os Anjos e glorificam o Filho de Deus.

Glória

Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados.
Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso.
Nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.
Senhor Jesus Cristo, Filho unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus pai, Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.
Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica.
Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.
Só Vós sois o Santo, só Vós, o Senhor, Só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai.
Amém.

Oração do dia

Ó Deus, que inspirastes Santa Rosa de Lima, inflamada de amor, a deixar o mundo, a servir os pobres e a viver em austera penitência, concedei-nos, por sua intercessão, seguir na terra os vossos caminhos e gozar no céu as vossas delícias. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Primeira Leitura (2Cor 10, 17–11, 2)


Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios


Irmãos, 17quem se gloria, glorie-se no Senhor. 18Pois é aprovado só aquele que o Senhor recomenda e não aquele que se recomenda a si mesmo. 11, 1Oxalá pudésseis suportar um pouco de insensatez, da minha parte. Na verdade, vós me suportais. 2Sinto por vós um amor ciumento semelhante ao amor que Deus vos tem. Fui eu que vos desposei a um único esposo, apresentando-vos a Cristo como virgem pura.

Salmo Responsorial (Sl 148)


R. Vós jovens, vós moças e rapazes, louvai todos o nome do Senhor!


— Louvai o Senhor Deus nos altos céus, louvai-o no excelso firmamento! Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, louvai-o, legiões celestiais! R.

— Reis da terra, povos todos, bendizei-o, e vós, príncipes e todos os juízes; e vós, jovens, e vós, moças e rapazes, anciãos e criancinhas, bendizei-o! Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos. R.

— A majestade e esplendor de sua glória ultrapassam em grandeza o céu e a terra. Ele exaltou seu povo eleito em poderio, ele é o motivo de louvor para os seus Santos. É um hino para os filhos de Israel, este povo que ele ama e lhe pertence. R.


R. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
V. Ficai em meu amor, assim fala o Senhor; quem em mim permanece e no qual permaneço, esse dá muito fruto! (Jo 15, 9b. 5b) R.

Evangelho (Mt 13, 44-46)


V. O Senhor esteja convosco.

R. Ele está no meio de nós.


V. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Mateus 

R. Glória a vós, Senhor.


V. Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 44“O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo. 45O Reino dos Céus também é como um comprador que procura pérolas preciosas. 46Quando encontra uma pérola de grande valor, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquela pérola”.

Sobre as Oferendas

Ó Pai celeste, recebei os dons que vos apresentamos ao celebrar a festa da virgem Santa Rosa de Lima e, por este sacrifício, concedei que a nossa vida, como oferenda permanente, seja agradável aos vossos olhos. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da Comunhão

Considero perda todas as coisas, comparadas com o valor insuperável do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Por ele tudo desprezei e considero lixo a fim de ganhar a Cristo e estar com ele. (Fl 3, 8-9)

Depois da Comunhão

Senhor, nosso Deus, pela participação no Corpo e no Sangue do vosso Filho, concedei-nos apreciar de tal modo os bens que perecem que, a exemplo de Santa Rosa Lima, cresçamos na caridade e alcancemos os bens eternos. Por Cristo, nosso Senhor.

Homilia do dia 23/08/2021
Permitamos que o Evangelho seja o nosso maior tesouro

“O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo” (Mateus 13,44).

Hoje, celebramos a Virgem Rosa de Lima, padroeira de toda a América Latina. E nós, povo latino-americano, povo brasileiro, precisamos conhecer mais a história desta virgem que é padroeira do nosso continente. Ela é Rosa de Lima, porque foi ali que nasceu e viveu, e muito jovem ela entrou para a vida religiosa; consagrada, tornou-se uma Terceira Dominicana.

Ela, na verdade, tinha o nome de batismo Isabel, mas era uma jovem tão bela, de uma aparência física tão agradável e tão linda, que logo foi denominada de “Rosa”. Rosa pela virtude, pela beleza, mas seus encantos naturais não foram usados para este mundo para seduzir pessoas, para seduzir corações. Pelo contrário, Rosa reservou toda sua beleza para Deus, ela foi exemplo de uma vida contínua de oração e penitência.

Vivemos no mundo de hoje onde quem não tem beleza quer ter a beleza deste mundo, e quem tem a beleza deste mundo, muitas vezes, usa essa beleza para pretextos carnais, expondo-se nas redes sociais, expondo-se no meio em que estamos de uma forma indecorosa e antievangélica, porque o que temos não é para atrair as pessoas para a mentalidade hedonista da sociedade. O que temos e o que somos é para atrair as pessoas para a beleza do Evangelho.

A verdade é que falar isso para o mundo é "atirar pérolas aos porcos", porque só quem compreende o coração de Rosa e de tantos jovens, moças, rapazes, homens e mulheres que entregam sua beleza para a beleza maior que é Deus, é quem encontrou este tesouro. Porque o Reino dos Céus é esse tesouro escondido, essa beleza escondida; quem encontra esse tesouro permite que ele brilhe no seu corpo, na sua alma e nas suas atitudes; quem encontra esse tesouro não faz do seu corpo meio de atrair ninguém para si, e depois o sofrimento é muito grande para a pessoa e para aqueles a quem ela atraiu.

Que beleza quando a pessoa atrai a outra pela virtude, quando a pessoa traz o outro para si pelos seus valores! Por isso, deixe que o maior tesouro da sua vida seja o Evangelho. Não deixe que o maior valor da sua vida sejam os valores corporais e materiais, mas sim os valores eternos, as virtudes.

Que você continue brilhando, que você continue atraindo por uma beleza sem igual, a beleza de um rosto, de uma face e de um coração que foi transformado pelo Evangelho.

Rosa não precisou usar as maquiagens, os enfeites deste mundo para se tornar bela. A beleza dela veio da natureza, sobretudo da graça interior que irradiou sua alma, e até hoje ela atrai tantos nesse continente para que continuem apaixonados pelo Evangelho.

Que usemos os dons e talentos que dispomos nesta vida para atrair tantos corações para os valores eternos.

Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
Facebook/padrerogeramigo
Seja um apoiador!
Ajude-nos a manter o Pocket Terço: apoia.se/pocketterco

A santa que via seu anjo da guarda

A Igreja celebra hoje a festa de Santa Rosa de Lima, a primeira mulher sul-americana a ser elevada à honra dos altares. Membro da Ordem Terceira Dominicana e mística de inigualável grandeza, Rosa de Lima foi agraciada por Deus com uma beleza sem igual, da qual ela soube tirar verdadeiro proveito, reservando-a para o nosso único e verdadeiro Amor: Jesus Cristo, Esposo das almas. Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta segunda-feira, 23 de agosto, e conheça mais sobre a vida de Santa Rosa e sua particular relação com o próprio anjo da guarda!


https://youtu.be/xBOslbHYc_4

Santo do dia 23/08/2021


Santa Rosa de Lima (Festa)
Local: Lima, Peru
Data: 23 de Agosto † 1617


Devido a suas faces rosadas ou por beleza, desde menina, Isabel de Oliva foi chamada Rosa, passando à posteridade com este nome. Descendente de conquista dores espanhóis, Rosa nasceu em Lima, no Peru, em 1586. Recebeu o sacramento da Crisma das mãos de São Turíbio de Mogrovejo, arcebispo de Lima.

Menina ainda, escolheu Santa Catarina de Sena por modelo e protetora. Infelizes nos negócios, os pais perderam a fortuna e, para a sobrevivência, Rosa teve que assumir um serviço doméstico como empregada numa família. Quando a quiseram obrigar a se casar, não havendo ainda convento de Ordem II na América Latina, além de renovar o voto de castidade, anteriormente feito, tomou o hábito da Ordem Terceira Dominicana, à imitação de Santa Catarina de Sena. Construiu uma cela estreita e pobre, no fundo do quintal da casa dos pais, e começou a levar vida religiosa. O tempo, livre de ocupação, era dedicado ao recolhimento, à oração, à meditação do Evangelho e às práticas de rigorosa penitência.

Foi extremamente caridosa para com todos, especial mente para com os índios e os negros, aos quais prestava os serviços mais humildes.

Passou por sofrimentos provindos de duras incompreensões e perseguições. Nos últimos anos de vida, passou por sofrimentos físicos, agudas dores, devidas à prolongada doença que a levou à morte. Preparada assim para as bodas eternas, Rosa, esposa de Jesus, ergueu o voo para o céu em 24 de agosto de 1617. Tinha 31 anos de idade. Seu enterro foi uma verdadeira apoteose. O próprio arcebispo de Lima presidiu às exéquias e as pessoas mais importantes da sociedade disputavam a honra de carregar o caixão mortuário.

Rosa foi beatificada em 1668 por Clemente IX. Foi proclamada patrona principal da América, das Filipinas e das Índias Ocidentais, em 1670, por Clemente X, que a canonizou em 1671. Convém lembrar que, na época, o continente americano era chamado "Índias".

Na Oração coleta, a Igreja proclama que Santa Rosa foi inflamada de amor e, impulsionada pelo amor, deixou o mundo, serviu aos pobres e viveu em austera penitência. E pede que, por sua intercessão, possamos seguir na terra os caminhos de Deus e gozar no céu as suas delícias. A Oração depois da Comunhão nos coloca na atitude de pobreza a exemplo de Santa Rosa, para que cresçamos na caridade e alcancemos os bens eternos.

A Antífona da Comunhão, tirada de Fl 3,8-9, traduz bem toda a mensagem deixada por Santa Rosa: Considero perda todas as coisas, comparadas com o valor insuperável do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Por ele tudo desprezei e considero lixo a fim de ganhar a Cristo e estar com ele.

Em sua festa vale a pena ler e meditar a leitura do Ofício das Leituras tirada dos Escritos da santa, que mostra bem o entusiasmo com que Santa Rosa buscava viver e testemunhar os dons de Deus. Eis um pequeno trecho: O Senhor Salvador levantou a voz e com incomparável majestade disse: "Saibam todos que depois da tribulação se seguirá a graça; reconheçam que sem o peso das aflições não se pode chegar ao cimo da graça; entendam que a medida dos carismas aumenta em proporção da intensificação dos trabalhos. Acautelem-se os homens contra o erro e o engano; é esta a única verdadeira escada do paraíso e sem a cruz não há caminho que leve ao céu. Ouvindo estas palavras, penetrou-me um forte ímpeto como de me colocar no meio da praça e bradar a todos, de qualquer idade, sexo e condição: "Ouvi, povos; ouvi, gentes. A mandado de Cristo, repetindo as palavras saídas de seus lábios, quero vos exortar: Não podemos obter a graça, se não sofrermos aflições; cumpre acumular trabalhos sobre trabalhos, para alcançar a intima participação da natureza divina, a glória dos filhos de Deus e a perfeita felicidade da alma".

Referência:
BECKHÄUSER, Frei Alberto. Os Santos na Liturgia: testemunhas de Cristo. Petrópolis: Vozes, 2013. 391 p. Adaptações: Equipe Pocket Terço.