Apoiadores do Pocket Terço
Terço com imagens no Youtube
Reze os Mistérios Gloriosos com imagens

Antífona de entrada

Senhor, tudo o que fizestes conosco, com razão o fizestes, pois pecamos contra vós e não obedecemos aos vossos mandamentos. Mas honrai o vosso nome, tratando-nos segundo vossa misericórdia. (Dn 3, 31. 29. 30. 43. 42)

Glória

Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados.
Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo poderoso.
Nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.
Senhor Jesus Cristo, Filho unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus pai, Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.
Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica.
Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.
Só Vós sois o Santo, só Vós, o Senhor, Só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai.
Amém.

Oração do dia

Ó Deus, que mostrais vosso poder sobretudo no perdão e na misericórdia, derramai sempre em nós a vossa graça, para que, caminhando ao encontro das vossas promessas, alcancemos os bens que nos reservais. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Primeira Leitura (Nm 11, 25-29)


Leitura do Livro dos Números


Naqueles dias, 25o Senhor desceu na nuvem e falou a Moisés. Retirou um pouco do espírito que Moisés possuía e o deu aos setenta anciãos. Assim que repousou sobre eles o espírito, puseram-se a profetizar, mas não continuaram.

26Dois homens, porém, tinham ficado no acampamento. Um chamava-se Eldad e o outro Medad. O espírito repousou igualmente sobre os dois, que estavam na lista mas não tinham ido à Tenda, e eles profetizavam no acampamento.

27Um jovem correu a avisar Moisés que Eldad e Medad estavam profetizando no acampamento.

28Josué, filho de Nun, ajudante de Moisés desde a juventude, disse: “Moisés, meu Senhor, manda que eles se calem!” 29Moisés respondeu: “Tens ciúmes por mim? Quem dera que todo o povo do Senhor fosse profeta, e que o Senhor lhe concedesse o seu espírito!”

Salmo Responsorial (Sl 18)


R. A lei do Senhor Deus é perfeita, alegria ao coração.


— A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes. R.

— É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente. R.

— E vosso servo, instruído por elas, se empenha em guardá-las. Mas quem pode perceber suas faltas? Perdoai as que não vejo! R.

— E preservai o vosso servo do orgulho: não domine sobre mim! E assim puro, eu serei preservado dos delitos mais perversos. R.


Segunda Leitura (Tg 5, 1-6)


Leitura da Carta de São Tiago


E agora, ricos, chorai e gemei, por causa das desgraças que estão para cair sobre vós.

2Vossa riqueza está apodrecendo, e vossas roupas estão carcomidas pelas traças. 3Vosso ouro e vossa prata estão enferrujados, e a ferrugem deles vai servir de testemunho contra vós e devorar vossas carnes, como fogo! Amontoastes tesouros nos últimos dias. 4Vede: o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos, que vós deixastes de pagar, está gritando, e o clamor dos trabalhadores chegou aos ouvidos do Senhor todo-poderoso. 5Vós vivestes luxuosamente na terra, entregues à boa vida, cevando os vossos corações para o dia da matança. 6Condenastes o justo e o assassinastes; ele não resiste a vós.

R. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
V. Vossa palavra é verdade, orienta e dá vigor; na verdade santifica vosso povo, ó Senhor! (Cf. Jo 17, 17b. a) R.

Evangelho (Mc 9, 38-43. 45. 47-48)


V. O Senhor esteja convosco.

R. Ele está no meio de nós.


V. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Marcos 

R. Glória a vós, Senhor.


Naquele tempo, 38João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”. 39Jesus disse: “Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim. 40Quem não é contra nós é a nosso favor.

41Em verdade eu vos digo: quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa.

42E, se alguém escandalizar um destes pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço. 43Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na Vida sem uma das mãos, do que, tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga.

45Se teu pé te leva a pecar, corta-o! É melhor entrar na Vida sem um dos pés, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno. 47Se teu olho te leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno, 48‘onde o verme deles não morre, e o fogo não se apaga’”.

Creio

Creio em Deus Pai Todo-Poderoso,
Criador do céu e da terra;
e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor;
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo;
nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado.
Desceu à mansão dos mortos;
ressuscitou ao terceiro dia;
subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos;
creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna.
Amém.

Sobre as Oferendas

Ó Deus de misericórdia, que esta oferenda vos seja agradável e possa abrir para nós a fonte de toda bênção. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da Comunhão

Lembrai-vos da promessa ao vosso servo, pela qual me cumulastes de esperança! O que me anima na aflição é uma certeza: vossa palavra me dá a vida, ó Senhor. (Sl 118, 49-50)

Ou:


Nisto conhecemos o amor de Deus: Jesus deu sua vida por nós; por isso nós também devemos dar a nossa vida pelos irmãos. (1Jo 3, 16)

Depois da Comunhão

Ó Deus, que a comunhão nesta Eucaristia renove a nossa vida para que, participando da paixão de Cristo neste mistério, e anunciando a sua morte, sejamos herdeiros da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor.

Homilia do dia 26/09/2021
Blindemos o nosso corpo contra o mal

“Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na Vida sem uma das mãos, do que, tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga” (Marcos 9,43).

Como é importante sermos tocados pela Palavra do Senhor, mas sermos tocados na alma, no coração e no corpo, inclusive. Porque, muitas vezes, a partir do coração, o nosso corpo é inclinado para o mal e para o pecado. Todos os nossos sentidos precisam estar convertidos ao Evangelho. Não se converte apenas o coração; a conversão tem que ser plena, tem que atingir tudo aquilo que eu sou.

"Se teu olho te leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno". Quando escutamos Jesus falar assim, pensamos: “Nossa! Daqui a pouco, vou ficar aleijado, não vai sobrar nada de mim”. Porque, o corpo que se entrega ao pecado se inclina todo para o pecado. Mas essa é a graça, precisamos disciplinar o nosso corpo, disciplinar o nosso interior. Se nós não nos disciplinarmos, o nosso corpo nos leva a perecer.

Veja o nosso olhar, muitas vezes, olhamos para as pessoas e estamos julgando. “Eu vi”, e o que você vê, você julga, então, é melhor não ver para não julgar. Porque se tudo o que você vê, você julga, então, não veja porque julgar é pecado, condenar é pecado. Se você vê as coisas e cobiça, então, é melhor você não ver. É aquela pessoa que diz assim: “Não posso ir à loja porque é só ir; ver uma coisa e já quero comprar”, então, não vá à loja. Se você não for, não vai ver. “Toda vez que entro na internet me dá vontade de comprar aquilo lá...”, então, não "entre" na internet.


Precisamos, nos tempos em que vivemos, nos blindar do mal para que o nosso corpo não se incline para o mal

Se quando você enche os seus olhos daquilo que está à vista, aquilo te faz mal, o seu olho só vê o que você permite vê-lo. Inclusive, aquilo que você não quer que o olho veja, o olho não vai ver. “Mas eu não sou cego”, não é questão de ser cego, você precisa ser dono do seu olhar. O olho é a luz do corpo, se o seu corpo está na luz, todo o seu corpo vai estar na luz. Agora, se o seu olho estiver no pecado, se o seu olho for mal intencionado, se o seu olhar for um olhar sempre crítico, se o seu olhar foi sempre um olhar de cobiça, é hora de purificar esse olhar.

Do mesmo jeito, a mão. Hoje nós usamos muito as mãos para teclar, né!? Antigamente, usávamos só a língua para falar, hoje é um dedinho… Se a tua mão te leva a pecar, tire a mão, pare de usar as teclas do computador, do seu smartphone, seja do que for. Se as suas mãos não são usadas para operar a graça, elas são muito mais usadas para operar a desgraça, para fazer o mal para os outros, é hora de disciplinar essas mãos.

Poderia falar da língua, dos ouvidos... Precisamos, nos tempos em que vivemos, nos blindar do mal, para que o nosso corpo não se incline para o mal. “Não aguento ficar sem beber. Basta eu me juntar com quem bebe…”, então, não se junte com quem bebe, se você não quer beber. Se você não quer fumar, não não se junte com quem está fumando, não vá ao lugar onde vão te oferecer cigarro. E assim vale para todas as situações da vida.

Jesus disse que, desde João Batista, o Reino dos Céus é conquistado à força e são os violentos que o conquistam (cf. Mateus 11,12), não é quem faz violência com os outros, é quem faz violência consigo mesmo, quem se disciplina, quem põe corretivo, quem sabe se penitenciar para o corpo com o mal não se contagiar. Cuide de você para não ser escravo dos seus sentidos!

Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
Facebook/padrerogeramigo
Seja um apoiador!
Ajude-nos a manter o Pocket Terço: apoia.se/pocketterco

Homilia | Melhor ir para o céu sem eles que para o inferno com eles (26.º Domingo do Tempo Comum)

Há no mundo três tipos de pessoas: de um lado, os grandes pecadores, que vivem tão comprometidos com sua má vida, que nada mais os pode escandalizar; de outro, os grandes santos, que vivem tão unidos a Deus, que nada mais os pode atrair para o pecado; por fim, a grossa maioria dos cristãos, que, se não vivem assim tão mal, não vivem ainda bem o suficiente para vencer as faltas de sempre. E por que recaem tanto em seus pecados “de estimação”? Por não quererem cortar as ocasiões perigosas, como se tivessem medo de assumir plenamente sua opção pela vida nova em Cristo. Assista à meditação do Padre Paulo Ricardo sobre o Evangelho deste domingo, e tomemos coragem para romper de vez com tudo o que é indigno do nome cristão, por mais que doa como arrancar um olho!

https://youtu.be/25HBekibaA0

Santo do dia 26/09/2021


São Cosme e São Damião (Memória Facultativa)
Local: Cirro, Síria
Data: 26 de Setembro † c. s. III


O culto aos dois santos Cosme e Damião teve início no Oriente, passando, a seguir, para o Ocidente, onde gozou de muita popularidade. Em Roma foram dedicadas a eles várias igrejas, sendo a mais importante a construída pelo papa Félix IV, que governou a Igreja de 526 a 530.

Pouquíssima coisa se sabe sobre quem eles foram, quando viveram e quando foram martirizados. O único elemento historicamente constatável é que foram mártires da fé cristã. Uma tradição posterior, certamente lendária, diz que os dois eram irmãos, médicos, que viveram em Egeia, na Ásia Menor, muito caridosos e martirizados na perseguição dos inícios do século IV.

Em outras tradições lendárias eles são apresentados como irmãos gêmeos. Contudo, as lendas em torno de São Cosme e São Damião apresentam, inclusive, três duplas de irmãos médicos chamados Cosme e Damião, ou seja, em Constantinopla, em Roma e na Cilícia. Segundo a tradição grega, eram médicos e chamados anárgiros, sem dinheiro, porque exerciam a medicina gratuitamente.

No século VI, estes santos orientais conquistaram o Ocidente. Os dois médicos sírios estão, pois, no vértice da fileira dos mártires "curadores". Conhecemos outras duplas como Ciro e João, Zenóbio e Zenóbia, Gervásio e Protásio. Desde a Idade Média os médicos veneraram São Cosme e São Damião como os seus padroeiros, junto com São Pantaleão e, depois, São Lucas. Cosme e Damião, enfim, são venerados como padroeiros dos médicos, dos farmacêuticos e das faculdades de Medicina.

Durante a história até se chegou a relacionar Cosme e Damião à mitologia grega. Houve quem quisesse demonstrar que eles seriam apenas a versão cristã da lenda dos filhos gêmeos de Zeus, Castor e Pólux. Talvez por esta via Cosme e Damião se tenham relacionado com as religiões afro-brasileiras.

A Igreja Católica celebrava a festa dos santos Cosme e Damião no dia 27 de setembro. No Calendário romano reformado em 1969, porém, pelo fato de no dia 27 comemorar a memória obrigatória São Vicente de Paulo, São Cosme e São Damião tiveram a memória facultativa removida para o dia 26. Sabe-se que em geral o costume popular tende a manter e impor sua tradição, como em outras datas religiosas.

As orações da Missa realçam simplesmente os santos como mártires, testemunhas de Cristo. Na Oração coleta a Igreja proclama neles a grandeza de Deus, pois em sua admirável providência lhes deu a glória eterna e os fez nossos protetores. Na Oração sobre as oferendas se diz que do sacrifício de Cristo nascem o ideal e a força dos mártires. Na Oração depois da Comunhão se pede que a Comunhão na festa dos mártires nos faça obter a salvação e a paz. Eis uma vaga alusão aos médicos curadores. Em latim, salvação significa tanto a saúde como a salvação eterna. Aqui, parece que a tradução deveria ser a saúde e a paz. A saúde é, pois, unida à paz.

Referência:
BECKHÄUSER, Frei Alberto. Os Santos na Liturgia: testemunhas de Cristo. Petrópolis: Vozes, 2013. 391 p. Adaptações: Equipe Pocket Terço.

São Cosme e São Damião, rogai por nós!