Antífona de Entrada:
Ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e nos abismos; e toda língua proclame, para glória de Deus Pai, que Jesus Cristo é Senhor (Fl 2,10s).

Oração do Dia:
Ó Deus, que suscitastes em vossa Igreja santo Inácio de Loyola para propagar a maior glória do vosso nome, fazei que, auxiliados por ele, imitemos seu combate na terra, para partilharmos no céu sua vitória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


Primeira Leitura
(Jr 26,1-9)


Leitura do Livro do Profeta Jeremias.

1No início do reinado de Joaquim, filho de Josias, rei de Judá, foi comunicada da parte do Senhor esta palavra, que dizia: 2“Assim fala o Senhor: Põe-te de pé no átrio da casa do Senhor e fala a todos os que vêm das cidades de Judá, para adorar o Senhor no templo, todas as palavras que eu te mandei dizer. Não retires uma só palavra; 3talvez eles as ouçam e voltem do mau caminho, e eu me arrependa da decisão de castigá-los por suas más obras. 4A eles então dirás: Isto diz o Senhor: Se não vos dispuserdes a viver segundo a lei que vos dei, 5a escutar as palavras dos meus servos, os profetas, que eu vos tenho enviado com solicitude e para vossa orientação, e que vós não tendes escutado, 6farei desta casa uma segunda Silo e farei desta uma cidade amaldiçoada por todos os povos da terra”.

7Os sacerdotes e profetas, e todo o povo presente ouviram Jeremias dizer estas palavras na casa do Senhor. 8Quando Jeremias acabou de dizer tudo e que o Senhor lhe ordenara falasse a todo o povo, prenderam-no os sacerdotes, os profetas e o povo, dizendo: “Este homem tem que morrer! 9Por que dizes, em nome do Senhor, a profecia: ‘Esta casa será como Silo, e esta cidade será devastada e vazia de habitantes?’” Todo o povo juntou-se contra Jeremias na casa do Senhor.


- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.


Ou (escolhe-se uma das leituras)


Primeira Leitura
(1 Cor 10, 31−11,1)


Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.

Irmãos, 31Quer comais, quer bebais, quer façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus. 32Não escandalizeis ninguém, nem judeus, nem gregos, nem a igreja de Deus. 33Fazei como eu, que procuro agradar a todos, em tudo, não buscando o que é vantajoso para mim mesmo, mas o que é vantajoso para todos, a fim de que sejam salvos. 11,1Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo.


— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Salmo Responsorial (Sl 68)


R. Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor.


— Mais numerosos que os cabelos da cabeça, são aqueles que me odeiam sem motivo; meus inimigos são mais fortes do que eu; contra mim eles se voltam com mentiras! Por acaso poderei restituir alguma coisa que de outros não roubei? R.

— Por vossa causa é que sofri tantos insultos, e o meu rosto se cobriu de confusão; eu me tornei como um estranho a meus irmãos, como estrangeiro para os filhos de minha mãe. R.

— Pois meu zelo e meu amor por vossa casa me devoram como fogo abrasador; e os insultos de infiéis que vos ultrajam recaíram todos eles sobre mim! R.

— Por isso elevo para vós minha oração, neste tempo favorável, Senhor Deus! Respondei-me pelo vosso imenso amor, pela vossa salvação que nunca falha! R.


Ou (escolhe-se um dos responsórios)


Salmo Responsorial (Sl 33)


R. Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo!


— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem! R.

— Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou. R.

— Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia. R.

— O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio! R.

— Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, porque nada faltará aos que o temem. Os ricos empobrecem, passam fome, mas aos que buscam o Senhor não falta nada. R.


R. Aleluia, aleluia, aleluia.
V. A palavra do Senhor permanece eternamente, e esta é a palavra que vos foi anunciada (1Pd 1,25). R.


Evangelho
(Mt 13,54-58)


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Mateus. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 54dirigindo-se para a sua terra, Jesus ensinava na sinagoga, de modo que ficavam admirados. E diziam: “De onde lhe vem essa sabedoria e esses milagres? 55Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria, e seus irmãos não são Tiago, José, Simão e Judas? 56E suas irmãs não moram conosco? Então, de onde lhe vem tudo isso?” 57E ficaram escandalizados por causa dele. Jesus, porém, disse: “Um profeta só não é estimado em sua própria pátria e em sua família!” 58E Jesus não fez ali muitos milagres, porque eles não tinham fé.


- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.


Ou (escolhe-se um dos evangelhos)


R. Aleluia, aleluia, aleluia.
V. Felizes os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos Céus! (Mt 5, 3). R.

Evangelho
(Lc 14,25-33)


— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Mateus. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 25Grandes multidões acompanhavam Jesus. Voltando-se, ele lhes disse: 26'Se alguém vem a mim, mas não se desapega de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida, não pode ser meu discípulo. 27Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo. 28Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre, não se senta primeiro e calcula os gastos, para ver se tem o suficiente para terminar? Caso contrário, 29ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar. E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo: 30'Este homem começou a construir e não foi capaz de acabar!' 31Ou ainda: Qual o rei que ao sair para guerrear com outro, não se senta primeiro e examina bem se com dez mil homens poderá enfrentar o outro que marcha contra ele com vinte mil? 32Se ele vê que não pode, enquanto o outro rei ainda está longe, envia mensageiros para negociar as condições de paz. 33Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!'


— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Homilia: Seja profeta na sua casa

“Jesus, porém, disse: Um profeta só não é estimado em sua própria pátria e em sua família! E Jesus não fez ali muitos milagres, porque eles não tinham fé” (Mateus 13,57-58).

Foi na Sua própria casa - quando digo “casa” é, justamente, Seus próprios parentes - no meio deles, onde Ele foi criado em Nazaré, que Ele não foi acolhido, amado e aceito. Por isso Nazaré não pode testemunhar os milagres de Jesus, que é a Sua presença amorosa no meio deles.

Em Nazaré, Ele fez poucos milagres porque poucos foram os que, de fato, O acolheram. Quando Ele diz que um profeta não é estimado em Sua própria casa e em sua família, Ele está dizendo o que não deveria ser, mas o contrário que deveria ser.

Um profeta precisa ser profeta em casa, na família, e sabemos que temos dificuldade de sermos profetas em casa, e não podemos deixar de ser. Pai e mãe têm que serem profetas dentro da sua própria casa; e os filhos da mesma forma. A profecia e o Reino de Deus têm que acontecer dentro da nossa casa.

Sei que é mais fácil escutar os outros de fora, é mais fácil para você escutar o padre Roger ou outro padre que não vive ou mora com você. Obrigado por nos acolher, mas você precisa acolher aquele profeta que está dentro da sua casa.

Tenho que dizer a você: "Esposa, escute seu marido e seus filhos". "Marido, escute a sua esposa e seus filhos e, enfim, se escutem mutuamente. Porque quando não há escuta, gera incompreensão, discussões, acusações e tantos outros males.

Não tenha medo de ser profeta entre os seus, ainda que você não seja, muitas vezes, recebido e compreendido

Quando a casa, a família, acolhe um ao outro, acolhe as fraquezas e debilidades (porque achamos que por causa das fraquezas, daquilo que fazemos, não vamos nos escutar, não vamos dar ouvido, pelo contrário), o coração experimenta os milagres de Deus quando sabemos acolher a fraqueza do outro, quando sabemos acolher aquilo que vem do outro.

Se queremos receber o Reino de Deus, a primeira coisa é saber acolher. Saiba acolher e colher os da sua própria casa, da sua própria família, e não tenha medo de ser profeta na sua casa. Não tenha medo de ser profeta entre os seus, ainda que você não seja, muitas vezes, recebido e compreendido.

A pessoa pega um carro ou outros meios e vai rezar em muitos lugares distantes. Faça isso, e precisamos fazer mais ainda, levar mais longe o possível o Reino dos Céus. Mas não fazemos isso em casa, não rezamos com os nossos, não pregamos para os nossos, não meditamos a Palavra de Deus entre nós; a casa não consegue se reunir nem para fazer uma oração durante a refeição, não consegue um orar pelos outros.

Há de se ver casais pregando a Palavra de Deus para todos os lados, mas o que menos se vê são casais rezando um pelo outro, rezando com o outro, um colocando a mão na cabeça do outro e levando a graça de Deus para o seu em primeiro lugar. Há de se ver você levando a Palavra para os filhos dos outros, mas leve também para os seus.

Seja profeta na sua casa, na sua família, e será o grande testemunho que você vai dar para tantas outras casas e famílias.

Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
Facebook/padrerogeramigo
Seja um apoiador do Pocket Terço: apoia.se/pocketterco


Memória de Santo Inácio de Loyola

O homem foi criado para um único e supremo fim: louvar e adorar ao Senhor Deus para, servindo-O neste mundo, alcançar no outro a salvação eterna. Todas as demais coisas que existem sobre a Terra foram criadas em função do homem, isto é, para ajudá-lo a alcançar este fim, e devem por isso ser desprezadas na precisa medida em que se tornam um obstáculo a essa meta tão elevada. Se não tivermos isso bem claro, a nossa vida será, mesmo se tivermos aqui e ali algum sucesso, um completo e retumbante fracasso. Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta sexta-feira, dia 31 de julho, e celebre conosco a memória de Santo Inácio de Loyola!





Santo do Dia:

Santo Inácio de Loyola

Neste dia, celebramos a memória deste santo que, em sua bula de canonização, foi reconhecido como tendo "uma alma maior que o mundo".

Inácio nasceu em Loyola na Espanha, no ano de 1491, e pertenceu a uma nobre e numerosa família religiosa (era o mais novo de doze irmãos), ao ponto de receber com 14 anos a tonsura, mas preferiu a carreira militar e assim como jovem valente entregou-se às ambições e às aventuras das armas e dos amores. Aconteceu que, durante a defesa do castelo de Pamplona, Inácio quebrou uma perna, precisando assim ficar paralisado por um tempo; desse mal Deus tirou o bem da sua conversão, já que depois de ler a vida de Jesus e alguns livros da vida dos santos concluiu: "São Francisco fez isso, pois eu tenho de fazer o mesmo. São Domingos fez isso, pois eu tenho também de o fazer".

Realmente ele fez, como os santos o fizeram, e levou muitos a fazerem "tudo para a maior glória de Deus", pois pendurou sua espada aos pés da imagem de Nossa Senhora de Montserrat, entregou-se à vida eremítica, na qual viveu seus "famosos" exercícios espirituais, e logo depois de estudar Filosofia e Teologia lançou os fundamentos da Companhia de Jesus.

A instituição de Inácio iniciada em 1534 era algo novo e original, além de providencial para os tempos da Contra-Reforma. Ele mesmo esclarece: "O fim desta Companhia não é somente ocupar-se com a graça divina, da salvação e perfeição da alma própria, mas, com a mesma graça, esforçar-se intensamente por ajudar a salvação e perfeição da alma do próximo".

Com Deus, Santo Inácio de Loyola conseguiu testemunhar sua paixão convertida, pois sua ambição única tornou-se a aventura de salvar almas e o seu amor a Jesus. Foi para o céu com 65 anos e lá intercede para que nós façamos o mesmo agora "com todo o coração, com toda a alma, com toda a vontade", repetia.

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!


Oração sobre as Oferendas:
Sejam do vosso agrado, Senhor nosso Deus, as oferendas que apresentamos na festa de santo Inácio, para que os sagrados mistérios, fonte de toda santidade, nos tornem verdadeiramente santos. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona de Comunhão:
Disse o Senhor: Vim trazer o fogo à terra; só desejo que se acenda! (Lc 12,49)

Oração depois da Comunhão:
Ó Deus, que este sacrifício de louvor, que vos oferecemos em ação de graças na festa de santo Inácio, nos leve a glorificar-vos eternamente. Por Cristo, nosso Senhor.