Apoiadores do Pocket Terço
Terço com imagens no Youtube
Reze os Mistérios Dolorosos com imagens

Antífona de entrada

Que toda a terra se prostre diante de vós, ó Deus, e cante louvores ao vosso nome, Deus altíssimo! (Sl 65, 4)
Omnis terra adóret te, Deus, et psallat tibi: psalmum dicat nómini tuo, Altíssime. Ps. Iubiláte Deo omnis terra, psalmum dícite nómini eius: date glóriam laudi eius. (Ps. 65, 4 et 1-2)
Vernáculo:
Que toda a terra se prostre diante de vós, ó Deus, e cante louvores ao vosso nome, Deus altíssimo! (Cf. MR: Sl 65, 4) Sl. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! (Cf. LH: Sl 65, 1-2)

Oração do dia

Deus eterno e todo-poderoso, que governais o céu e a terra, escutai com bondade as preces do vosso povo e dai ao nosso tempo a vossa paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Primeira Leitura (1Sm 16, 1-13)


Leitura do Primeiro Livro de Samuel


Naqueles dias, 1o Senhor disse a Samuel: “Até quando ficarás chorando por causa de Saul, se eu mesmo o rejeitei para que não reine mais sobre Israel? Enche o chifre de óleo e vem, para que eu te envie à casa de Jessé de Belém, pois escolhi um rei para mim entre os seus filhos”.

2Samuel ponderou: “Como posso ir? Se Saul o souber, vai me matar”. O Senhor respondeu: “Tomarás contigo uma novilha da manada, e dirás: ‘Vim para oferecer um sacrifício ao Senhor’. 3Convidarás Jessé para o sacrifício. Eu te mostrarei o que deves fazer, e tu ungirás a quem eu te designar”. 4Samuel fez o que o Senhor lhe disse, e foi a Belém. Os anciãos da cidade vieram-lhe ao encontro, e perguntaram: “É de paz a tua vinda?” 5“Sim, é de paz”, respondeu Samuel. Vim para fazer um sacrifício ao Senhor. Purificai-vos e vinde comigo, para que eu ofereça a vítima”. Ele purificou então Jessé e seus filhos e convidou-os para o sacrifício. 6Assim que chegaram, Samuel viu a Eliab, e disse consigo: “Certamente é este o ungido do Senhor!” 7Mas o Senhor disse-lhe: “Não olhes para a sua aparência nem para a sua grande estatura, porque eu o rejeitei. Não julgo segundo os critérios do homem: o homem vê as aparências, mas o Senhor olha o coração”. 8Então Jessé chamou Abinadab e apresentou-o a Samuel, que disse: “Também não é este que o Senhor escolheu”. 9Jessé trouxe-lhe depois Sama, e Samuel disse: “A este tampouco o Senhor escolheu”.

10Jessé fez vir seus sete filhos à presença de Samuel, mas Samuel disse: “O Senhor não escolheu a nenhum deles”. 11E acrescentou: “Estão aqui todos os teus filhos?” Jessé respondeu: “Resta ainda o mais novo, que está apascentando as ovelhas”. E Samuel ordenou a Jessé: “Manda buscá-lo, pois não nos sentaremos à mesa, enquanto ele não chegar”. 12Jessé mandou buscá-lo. Era ruivo, de belos olhos e de formosa aparência. E o Senhor disse: “Levanta-te, unge-o: é este!” 13Samuel tomou o chifre com óleo e ungiu Davi na presença de seus irmãos. E a partir daquele dia, o espírito do Senhor se apoderou de Davi. A seguir, Samuel se pôs a caminho e voltou para Ramá.

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.


Salmo Responsorial (Sl 88)


℟. Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor.


— Outrora vós falastes em visões a vossos santos: “Coloquei uma coroa na cabeça de um herói e do meio deste povo escolhi o meu Eleito. ℟.

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado. Estará sempre com ele a minha mão onipotente e meu braço poderoso há de ser a sua força. ℟.

— Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação!’ E por isso farei dele o meu filho primogênito, sobre os reis de toda a terra farei dele o Rei altíssimo”. ℟.


https://youtu.be/5ZIfsVa-IcA
℟. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
℣. Que o Pai do Senhor Jesus Cristo vos dê do saber o Espírito; para que conheçais a esperança, reservada para vós como herança! (Ef 1, 17-18) ℟.

Evangelho (Mc 2, 23-28)


℣. O Senhor esteja convosco.

℟. Ele está no meio de nós.


℣. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Marcos 

℟. Glória a vós, Senhor.


23Jesus estava passando por uns campos de trigo, em dia de sábado. Seus discípulos começaram a arrancar espigas, enquanto caminhavam. 24Então os fariseus disseram a Jesus: “Olha! Por que eles fazem em dia de sábado o que não é permitido?”

25Jesus lhes disse: “Por acaso, nunca lestes o que Davi e seus companheiros fizeram quando passaram necessidade e tiveram fome? 26Como ele entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu os pães oferecidos a Deus, e os deu também aos seus companheiros? No entanto, só aos sacerdotes é permitido comer esses pães”. 27E acrescentou: “O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. 28Portanto, o Filho do Homem é senhor também do sábado”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.


Antífona do Ofertório

Iubiláte Deo univérsa terra: iubiláte Deo univérsa terra: psalmum dícite nómini eius: veníte, et audíte, et narrábo vobis, omnes qui timétis Deum, quanta fecit Dóminus ánimae meae, allelúia. (Ps. 65, 1. 2. 16)


Vernáculo:
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar: vou contar-vos todo bem que ele me fez, aleluia. (Cf. LH: Sl 65, 1. 2. 16)

Sobre as Oferendas

Concedei-nos, ó Deus, a graça de participar constantemente da Eucaristia, pois, todas as vezes que celebramos este sacrifício, torna-se presente a nossa redenção. Por Cristo, nosso Senhor.

Antífona da Comunhão

Preparais à minha frente uma mesa, o meu cálice transborda. (Sl 22, 5)

Ou:


Sabemos que Deus nos ama, e cremos no seu amor. (1Jo 4, 16)
Dicit Dóminus: Impléte hýdrias aqua et ferte architriclíno. Cum gustásset architriclínus aquam vinum factam, dicit sponso: Servásti vinum bonum usque adhuc. Hoc signum fecit Iesus primum coram discípulis suis. (Io. 2, 7. 8. 9. et 10-11; ℣. Ps. 65, 1-2. 3. 4. 5. 6. 8)
Vernáculo:
Jesus ordenou: “Enchei as talhas de água”! E eles as encheram até em cima. Então disse: “Agora, tirai e levai ao mestre de cerimônias”. E eles levaram. O mestre de cerimônias provou a água transformada em vinho, sem saber de onde era, embora o soubessem os serventes que haviam tirado a água. Então chamou o noivo e disse-lhe: “Tu guardaste o vinho bom até agora”. Foi este o início dos sinais que Jesus fez, em Caná da Galileia. Manifestou a sua glória, e seus discípulos creram nele. (Cf. Bíblia CNBB: Jo 2, 7. 8. 9 e 10-11)

Depois da Comunhão

Penetrai-nos, ó Deus, com o vosso Espírito de caridade, para que vivam unidos no vosso amor os que alimentais com o mesmo pão. Por Cristo, nosso Senhor.

Homilia do dia 18/01/2022
Deus quer o seu tempo!

A Lei evangélica não está isenta de preceitos e práticas exteriores; mas, ao contrário da Lei antiga, o seu perfeito cumprimento deve partir de um coração que ama e obedece por amor.

O núcleo das controvérsias entre Jesus e os fariseus a respeito do descanso sabático está no fato de que estes últimos, embora observassem externamente a Lei, tinham-se esquecido da razão da Lei, ou seja, de sua autêntica finalidade. Deus mandou-nos guardar o Dia do Senhor pois se trata de uma exigência da própria natureza: precisamos dedicar uma parte do nosso tempo à adoração e ao culto de que Ele é digno. De fato, se o fim da nossa vida consiste em amar a Deus de todo o coração e sobre todas as coisas, como poderemos cumpri-lo se não tivermos um momento especial — ao menos um dia na semana — para estar a sós com Ele? Como se poderia alimentar o amor a uma pessoa com ausências e esquecimentos deliberados? O tempo que reservamos ao Senhor nunca será estéril, nunca será “tempo perdido”; será, pelo contrário, o momento mais fecundo e enriquecedor do dia, pois terá sido um dia entregue àquele que é Senhor do sábado. Mas não invertamos meios e fins, tal como os fariseus: o descanso de domingo e as horas reservadas à oração e às práticas de piedade durante a semana são, antes de tudo, para Deus, para amá-lo e servi-lo com nossa inteligência e vontade, não como quem cumpre uma lista de deveres aborrecidos, mas como quem tem a Lei inscrita bem fundo no próprio coração.

Deus abençoe você!

Seja um apoiador!
Ajude-nos a manter o Pocket Terço: pocketterco.com.br/ajude

Homilia Diária | Um tempo consagrado a Deus (Terça-feira da 2.ª Semana do Tempo Comum)

Por que Jesus e os fariseus, como vemos no Evangelho de hoje, discutiam tanto a respeito do descanso de sábado? Essa questão, que hoje em dia parece de pouca importância, tem muito a nos dizer sobre o modo como vivemos nossa vida cristã. Cumprimos os mandamentos e nossas obrigações religiosas por mera formalidade ou somos movidos pela única coisa que dá sentido a essas observâncias externas: o amor?Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta terça-feira, dia 18 de janeiro, e peçamos a Cristo que retifique nossas intenções e crie em nosso peito um coração de carne.


https://youtu.be/nCsyv5c6EFw

Santo do dia 18/01/2022


Santa Prisca (Memória Facultativa)
Local: Roma, Itália
Data: 18 de Janeiro † a. 499


É difícil distinguir a verdadeira santa Prisca, uma vez que os documentos antigos se referem a três pessoas diferentes. A celebração hodierna quer honrar a fundadora da igreja sobre o Aventino, à qual se refere a epígrafe do século V, conservada na Basílica de São Paulo fora dos muros. Essa antiga igreja, preciosa para quem gosta de mexer com antiguidades romanas, surge sobre os alicerces de uma grande casa romana do século II, como provaram as recentes descobertas arqueológicas.

Mas as Atas de santa Prisca dão como certo o seu martírio sob Cláudio II (268-270) e sua sepultura na via Ostiense. De lá seu corpo foi trasladado para o Aventino. Não passa de lenda que ela tenha sido batizada por são Pedro aos treze anos, tenha trabalhado ao lado dele e sofrido o martírio como a primeira no Ocidente. O corpo da protomártir estaria nas catacumbas de Priscila, as mais antigas de Roma,

No século VIII começaram a identificar a mártir romana como Prisca, mulher de Áquila, de que fala são Paulo: "Saudai Prisca e Áquila, meus cooperadores em Cristo Jesus; pela minha vida eles expuseram suas cabeças. A eles agradeço, não só eu, mas também todas as igrejas dos gentios" (Rm 16, 3). Começou-se a falar em título de Áquila e Prisca. O título cardinalício com o qual queriam honrar uma santa, hoje quase esquecida pelos calendários, bem mostra a devoção que tinham para com ela os primeiros cristãos. A igreja de santa Prisca surgiu no lugar de antiga casa romana. Segundo a tradição, o apóstolo são Pedro hospedou-se nessa casa. Conserva-se na igreja de santa Prisca, na cripta, uma concha com a qual o Príncipe dos apóstolos teria batizado seus catecúmenos. Aqui misturam-se história e lendas.

Referência:
SGARBOSSA, Mario; GIOVANNI, Luigi. Um santo para cada dia. São Paulo: Paulus, 1983. 397 p. Tradução de: Onofre Ribeiro. Adaptações: Equipe Pocket Terço.

Santa Prisca, rogai por nós!